Novo Coronavírus

Olimpíadas Presidente de comitê sobre mudar Olimpíadas: 'É algo inconcebível'

Presidente de comitê sobre mudar Olimpíadas: 'É algo inconcebível'

Yoshiro Mori reconheceu preocupação com surto do coronavírus, mas afirmou que organização está sendo conforme planejado antes da doença

  • Olimpíadas | Da EFE

Yoshiro Mori diz que está preocupado, mas organização segue normalmente

Yoshiro Mori diz que está preocupado, mas organização segue normalmente

Franck Robichon/EFE - 13.12.2017

Cancelar ou adiar os Jogos Olímpicos de Tóquio - que têm início previsto para julho - por causa da epidemia de coronavírus é "inconcebível", disse nesta quarta-feira o presidente do Comitê Organizador de Tóquio 2020, Yoshiro Mori, após declarações de outro membro do órgão, que sugeriu que o evento poderia ser adiado por vários anos.

"Eu também fiquei surpreso quando ouvi isso. Francamente, acho que foi um absurdo, é algo inconcebível", disse Mori quando perguntado por repórteres, de acordo com o site japonês "Abema".

Mori reconheceu que também está "preocupado", mas disse que a organização segue em frente, "como planejado". O dirigente acrescentou que conversou com o membro do comitê que assinalou a possibilidade de um adiamento, e que o mesmo se desculpou.

O presidente do comitê organizador acompanhou assim as declarações feitas horas antes por um membro do conselho executivo do comitê, Haruyuki Takahashi, segundo o qual realizar os Jogos conforme o planejado "é a melhor coisa, mas também é necessário pensar em outros planos", como adiá-los por um ou dois anos.

"Cancelar os Jogos é impossível. Se as taxas dos direitos de transmissão, entre outros, não forem pagas, as finanças do Comitê Olímpico Internacional (COI) ficarão comprometidas", disse Takahashi em entrevista ao jornal japonês "Asahi", ressaltando que trata-se de uma opinião pessoal.

Dado que o calendário esportivo está ocupado com outros eventos, "o verão daqui a dois anos seria o mais provável", argumentou.

Desde janeiro, quando os casos do novo coronavírus começaram a ser detectados fora da China, tanto o governo japonês como o comitê organizador têm dito que a epidemia não altera os planos para Tóquio 2020 e que estão em contato constante com a Organização Mundial da Saúde (OMS) para garantir a segurança do evento.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook. 

Conheça mulheres que devem ser destaques dos Jogos de Tóquio 2020

Últimas