Coronavírus

Olimpíadas Pandemia faz 10 mil voluntários desistirem da Olimpíada de Tóquio

Pandemia faz 10 mil voluntários desistirem da Olimpíada de Tóquio

Com 50 dias para o início do evento, capital japonesa convive com chegada de 4ª onda da doença e segue em estado de emergência

  • Olimpíadas | Do R7

Tóquio 2020 vive incertezas poucos dias antes do início do evento

Tóquio 2020 vive incertezas poucos dias antes do início do evento

Issei Kato/Reuters - 26/5/2021

Faltando 50 dias para a abertura dos Jogos Olímpicos, a competição enfrenta mais um grave problema. De acordo com Toshiro Muto, diretor geral de Tóquio 2020, cerca de 10 mil dos 80 mil voluntários previstos para trabalhar no evento desistiram nos últimos meses.

De acordo com o dirigente, a maioria deles desistiu das Olimpíadas por conta de preocupações com o coronavírus. Alguns outros colaboradores se retiraram por causa do calendário, já que os Jogos foram adiados por um ano, enquanto outros decidiram protestar contra os comentários sexistas do ex-presidente do evento, Yoshiro Mori, que foi forçado a renunciar em fevereiro e foi substituído por Seiko Hashimoto.

Apesar disso, Muto garante que o menor número de voluntários não afetará o evento.

Programada para acontecer em 2020, a Olimpíada foi adiada por um ano devido à pandemia. Agora, ela ocorrerá entre 23 de julho e 8 de agosto. Devido a uma quarta onda de infecções, Tóquio e outros nove departamentos permanecerão em estado de emergência de saúde até um mês antes dos Jogos.

Cristiano Ronaldo dá anel de diamantes de R$ 4,5 mi para esposa

Últimas