Tóquio 2020

Olimpíadas No sufoco, Espanha vence Japão e joga final do futebol contra o Brasil

No sufoco, Espanha vence Japão e joga final do futebol contra o Brasil

Em busca do segundo ouro, seleções farão duelo de favoritas na final de Tóquio 2020, que acontece neste sábado (7), às 8h30

  • Olimpíadas | Gabriel Croquer, do R7

Japão se superou no jogo, mas foi surpreendido com coelho da cartola de Asensio

Japão se superou no jogo, mas foi surpreendido com coelho da cartola de Asensio

Molly Darlington/ Reuters - 03/08/2021

A Espanha venceu nesta terça-feira (3) o Japão na semifinal do futebol masculino e fará a final da modalidade em Tóquio 2020 contra o Brasil, no próximo sábado (7), às 8h30 (horário de Brasília). Com a vitória, a seleção europeia terá nesta edição dos Jogos a chance de vencer seu segundo título olímpico, quase 20 anos depois do ouro em Barcelona 1992.

O Brasil, que chega à sua terceira final consecutiva desde Londres 2012, também irá em busca do seu segundo ouro para ampliar o recorde como país com mais medalhas na história da modalidade nos Jogos. 

Diferentemente da outra semifinal, entre México e Brasil, o jogo foi mais aberto e teve boas chances de gol da Espanha. No primeiro tempo, os europeus mantiveram a posse de bola e chegaram à área já nos minutos iniciais com cabeçada de Cucurella, que saiu por cima do gol. 

Com ótimas trocas de passe, a Espanha ainda levou perigo com Oyarzábal e Rafa Mir. O chute ruim de Oyarzábal e a ótima defesa goleiro japonês Tani contra a tentativa de Rafa Mir mantiveram o placar em 0 a 0.

No segundo tempo, o Japão reagiu e assustou os adversários com passe longo da defesa, dominado e colocado na medida por Hatate para Hayashi. O atacante matou o goleiro com chute no canto e não fez o gol por pouco. 

A Espanha respondeu minutos depois e descolou um penâlti duvidoso, marcado pelo árbitro Kevin Ortega. O VAR entrou em jogo e a marcação foi anulada. 

Como no primeiro tempo, os japoneses continuaram atuando recuados e viram os rivais multiplicarem as chances de gol. Tani foi obrigado a fazer mais três defesas importantes e foi ajudado pela pontaria ruim dos espanhóis, que chutaram fraco e no meio do gol.

Na prorrogação, a primeira etapa trouxe poucas chances, mas já mostrou o Japão se reerguendo na partida e passando a pressionar a Espanha. Os anfitriões mantiveram o ritmo nos últimos 15 minutos e chegaram a abafar os adversários, claramente cansados. 

Asensio, porém, tirou coelho da cartola após cobrança de lateral aos 10 minutos do segundo tempo da prorrogação. Ele recebeu bom passe de Oyarzábal na entrada da área e engatilhou chute de muito efeito com a perna esquerda para eliminar os japoneses.

Últimas