Tóquio 2020

Olimpíadas No levantamento de peso, Natasha fica em 9º: 'Tive muitos imprevistos'

No levantamento de peso, Natasha fica em 9º: 'Tive muitos imprevistos'

Brasileira de 25 anos viveu angústia após ter sido suspensa por doping e liberada oficialmente apenas dois dias antes de competir

  • Olimpíadas | Do R7

Natasha Rosa reage após se apresentar no levamento de peso

Natasha Rosa reage após se apresentar no levamento de peso

Edgardo Garrido/Reuters - 24.07.2021

A brasileira Natasha Rosa terminou em 9º lugar na competição de levantamento de peso para atletas até 49 kg. Natasha somou 173 kg no total. Ela alegou que os problemas que teve semanas antes da Olimpíada de Tóquio, quando chegou a ser suspensa por doping e ter sua ida ao Japão ameaçada, interferiram no seu desempenho.

"Tive uma preparação muito curta, muitos imprevistos, muitas coisas aconteceram", disse Natasha em seu Instagram a caminho da Vila Olímpica após deixar o local de competição. "Não estou aqui para justificar. Eu tenho uma dívida com o Brasil. Estive como voluntária nos Jogos do Rio 2016. Acredito que na França (Paris 2024) vai ser muito melhor, vou ter mais tempo de preparação, menos dor de cabeça e menos problemas."

Natasha Rosa no levantamento de peso

Natasha Rosa no levantamento de peso

Edgard Garrido/REUTERS/23-07-2021

Natasha, de 25 anos, levantou 78 kg no arranco e 95 kg no arremesso, totalizando 173 kg. Ela foi liberada para competir somente nesta semana pela Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em francês) após ser flagrada em exame antidoping. A brasileira cumpriu um mês de suspensão e foi liberada pelo tribunal, que aceitou os argumentos da sua defesa.

Seu teste havia apresentado hidroclorotiazida e eloraminofenamida, substâncias proibidas pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês), por serem diuréticos, que podem mascaras outras substâncias. A suspensão da brasileira foi confirmada em maio, às vésperas dos Jogos.

Mas a defesa alegou que ela havia consumido suplementos que tinham estas substâncias, mas que não estavam indicadas nos rótulos das embalagens. Neste sábado, ela fez sua estreia em Jogos Olímpicos. A pesista de 25 anos foi campeã sul-americana em 2019.

Chinesa bate recorde

O ouro desta categoria ficou com Zhihui Hou, chinesa que brilhou neste sábado ao levantar 94 kg no arranco, 116 kg no arremesso, totalizando 210 kg. No arremesso, ela bateu o recorde olímpico três vezes, ao levantar 109 kg e 114 kg antes de alcançar os 116 kg. Sua marca no arranco e no total também são recordes olímpicos.

O pódio foi completado pela indiana Saikhom Mirabai, com a medalha de prata, e pela indonésia Cantikah Aisah, dona do bronze.

<div data-app='dpa-sportslive' data-embed-type='iframe-dyn' data-competition-id='oly_so' data-language='pt' data-standalone='results' data-path-css='https://www.r7.com/r7/media/toquio_2020/css/' data-val_tracking-id='UA-10631407-5' data-update-time='30' data-timezone='-3' data-customer='r7' data-src="https://d35y7ofb9zmrr6.cloudfront.net/customers/olympics/aws/2020/dpa-shop/html/index.html" data-path='https://d35y7ofb9zmrr6.cloudfront.net/oly_so/'></div>
<script type='text/javascript' src='https://d2c0cdjj8gf5hk.cloudfront.net/js/dpa.js'></script>

Últimas