Tóquio 2020

Olimpíadas Judoca do Brasil é assaltado quando seguia para embarcar para Tóquio

Judoca do Brasil é assaltado quando seguia para embarcar para Tóquio

Yudy Santos relatou que teve o vidro do carro quebrado e o celular roubado quando ia para o aeroporto de Guarulhos

  • Olimpíadas | Do R7

O judoca Yudy Santos viaja para sua primeira Olimpíada

O judoca Yudy Santos viaja para sua primeira Olimpíada

Reprodução/Instagram/Yudy Santos

O judoca Eduardo Yudy Santos foi assaltado na tarde desta terça-feira (13) quando seguia para o Aeroporto Internacional de Guarulhos para viajar para o Japão para disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio

Yudy Santos postou nas redes sociais o alerta para que teve o vidro do carro quebrado e o celular roubado quando seguia para o aeroporto. A equipe do judô viaja na noite desta terça para Tóquio. Yudy compete na categoria de atletas até 81 kg. Apesar do susto, ele não se feriu no assalto e conseguiu chegar a tempo para fazer os procedimentos para o embarque.

Um dia antes do incidente, Yudy afirmou: "Amanhã embarco para o Japão em busca de um sonho! Quero agradecer a todos os meus parceiros de treino e toda a equipe multidisciplinar que fizeram e fazem parte de todo o processo para que eu chegasse em perfeitas condições nessa olimpíada. O meu muito obrigado para todos vocês que se doaram comigo em busca desse sonho!"

Apesar do susto, Yudy conseguiu embarcar

Apesar do susto, Yudy conseguiu embarcar

Reprodução/Instagram/Yudy Santos

Além de Yudy Santos, viajam nesta terça os judocas Rafael Macedo (90 kg), Rafael Buzacarini (10 0kg), Ketleyn Quadros (63 kg), Maria Portela (70 kg), Mayra Aguiar (78 kg) e Maria Suelen Altheman (+78 kg). Eles se juntam ao grupo que foi no final da semana passada para o Japão: Eric Takabatake (60 kg), Gabriela Chibana (48kg), Daniel Cargnin (66 kg), Larissa Pimenta (52 kg), Eduardo Katsuhiro Barbosa (73 kg) e Rafael Silva "Baby" (+100 kg).

Últimas