Coronavírus

Olimpíadas Japão exige testes diários de covid-19 de Índia e Reino Unido nos Jogos

Japão exige testes diários de covid-19 de Índia e Reino Unido nos Jogos

A medida, segundo as autoridades japonesas, leva em conta o "alto nível de risco devido à incidência de variantes" do coronavírus

  • Olimpíadas | Da EFE

Para evitar variantes, Japão exige testes diários de Índia e Reino Unido na Olimpíada

Para evitar variantes, Japão exige testes diários de Índia e Reino Unido na Olimpíada

Kimimasa Mayama/EFE/EPA

O governo do Japão estabeleceu dois grupos de países cujas delegações serão obrigadas a se submeter diariamente a testes de coronavírus durante sete dias, no caso da Índia, ou a cada três dias, como no Reino Unido, antes de viajar para Tóquio para os Jogos Olímpicos.

A medida, segundo as autoridades japonesas se justificam pelo "alto nível de risco devido à incidência de variantes" do vírus SARS-CoV-2.

O grupo 1 inclui Afeganistão, Índia, Ilhas Maldivas, Nepal, Paquistão e Sri Lanka. As delegações desses países, incluindo atletas, comissões técnicas, dirigentes, árbitros e jornalistas, deverão se submeter a um teste diário de coronavírus durante sete dias antes da viagem ao Japão. Durante esse período, os competidores não poderão treinar com representantes de outras nações.

Quando chegarem ao território japonês, os atletas e sua comitiva também serão testados diariamente. Em seus três primeiros dias no país asiático, também não poderão interagir ou treinar com membros de outras delegações.

Os países de risco do grupo 2 são Bangladesh, Egito, Malásia, Reino Unido e Vietnã. Nesse caso, seus participantes nos Jogos Olímpicos precisarão passar por controles nos três dias anteriores à viagem ao Japão e nos três dias após sua chegada, além de evitar contatos com pessoas de outras nações nesse período.

"Estes grupos estão sujeitos a mudanças", advertiu o governo japonês em um documento enviado às federações internacionais. "O governo japonês, como muitos outros, estabeleceu regras específicas para viajantes de certos países onde diferentes variantes da Covid-19 foram identificadas, em uma tentativa de controlar o vírus e impedir a sua propagação", completa a correspondência. 

De Berlim a Tóquio: Veja a evolução das tochas olímpicas

Últimas