Tóquio 2020

Olimpíadas Japão anuncia que Olimpíada não terá presença de público

Japão anuncia que Olimpíada não terá presença de público

Decisão vem logo após o país decretar estado de emergência na capital Tóquio, para frear o avanço da covid-19 na região

  • Olimpíadas | Do R7, com informações da AFP

Presidente do COI, Thomas Bachm, fala durante reunião que decidiu pela não presença de público nos Jogos

Presidente do COI, Thomas Bachm, fala durante reunião que decidiu pela não presença de público nos Jogos

Behrouz Mehri/AFP - 08;07.2021

Devido ao aumento de casos de covid-19 em Tóquio, a organização dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 anunciou nesta quinta-feira (8) que não será permitida a presença de públicos nos eventos esportivos que começam em 23 de julho e vão até 8 de agosto. "Não haverá espectadores", disse a ministra Tamayo Marukawa.

A decisão de proibir a presença de torcida nos eventos esportivos vem logo após o comunicado do primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, que anunciou a volta do estado de emergência na região de Tóquio. O alerta vai vigorar até 22 de agosto e coincidirá com a disputa dos Jogos Olímpicos.

Tóquio registra há 17 dias seguidos um crescimento de infectados pela covid-19. A média móvel de casos diários chegou a 586 na terça-feira (6). A pandemia do novo coronavírus já infectou 808 mil e matou 14.812 pessoas no Japão, de acordo com números divulgados pela Universidade John Hopkins, dos Estados Unidos.

Após o anúncio, o Comitê Organizador informou que eventos fora da capital japonesa ainda serão considerados para o público. 

O governo metropolitano de Tóquio e o Comitê Organizador anunciaram nesta quarta-feira o cancelamento do revezamento da tocha olímpica nas ruas da cidade, que deveria acontecer ao longo de 15 dias. O objetivo é evitar aglomerações, em meio ao aumento dos contágios pelo novo coronavírus na capital japonesa.

Tóquio 2020: Veja estádios, ginásios e locais de competição dos Jogos

Últimas