Tóquio 2020

Olimpíadas Japão anuncia porta-bandeiras para a abertura dos Jogos Olímpicos

Japão anuncia porta-bandeiras para a abertura dos Jogos Olímpicos

Rui Hachimura, destaque da NBA, e Yui Susaki, favorita ao ouro no wrestling, vão levar a bandeira do país na cerimônia de abertura

  • Olimpíadas | Do R7

Yui Susaki e Rui Hachimura são escolhidos para formar a dupla de porta-bandeiras do Japão

Yui Susaki e Rui Hachimura são escolhidos para formar a dupla de porta-bandeiras do Japão

Montagem/Reprodução/Instagram

O Comitê Olímpico do Japão anunciou nesta segunda-feira (6) a dupla que vai carregar a bandeira do país na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, no dia 23 de julho. O jogador de basquete da NBA Rui Hachimura e a lutadora de wrestling Yui Susaki vão puxar a deleção japonesa no desfile de abertura.

Hachimura é um dos jovens destaques da maior liga de basquete do mundo. Ele foi o primeiro japonês a ser escolhido na primeira rodada do Draft da NBA, em 2019. Desde então, o atleta veste as cores do Washington Wizards, com média de 13,7 pontos por partida. 

"A Olimpíada de Tóquio é algo com que eu sonhei por muito tempo. É uma honra enorme ter um papel tão importante. Saúde e segurança são nossas prioridades agora, mas espero que muitas pessoas, incluindo crianças em todo o Japão, aproveitem esta oportunidade para assistir ao desempenho meu e de meus companheiros de equipe durante os Jogos Olímpicos", disse Hachimura.

O jogador de basquete, no entanto, não é o único porta-bandeira da delegação japonesa. Essa será a primeira vez na histórias que países poderão dividiar a honraria entre dois atletas, uma iniciativa do COI (Comitê Olímpico Internacional), visando promover esforços rumo a igualdade de gênero entre homens e mulheres.

A dupla de Hachimura na cerimônia de abertura é Yui Susaki, medalha de ouro nos Mundiais de wrestling em 2017, na categoria até 48kg, e em 2018, até 50kg. A jovem de 22 anos é uma das favoritas da modalidade nos Jogos Olímpicos.

"Quando eu era criança, eu ansiava pela Olimpíada após assistir Saori Yoshida (japonesa tricampeã olímpica do wrestling). Em 2013, quando eu deixei minha família para me juntar ao programa de atletas promissores do Japão, foi também decidido que os Jogos Olímpicos seriam sediados em Tóquio. Desde então eu sempre quis ganhar uma medalha de ouro", lembra Yui.

"Eu sou grata por poder estar no palco olímpíco nessas circuntâncias e farei o meu melhor para cumprir o papel que me foi dado", completou a lutadora.

Tóquio 2020: Veja estádios, ginásios e locais de competição dos Jogos

Últimas