Tóquio 2020

Olimpíadas Henrique Avancini é o 13º na final do ciclismo mountain bike

Henrique Avancini é o 13º na final do ciclismo mountain bike

Brasileiro começou bem a final, mas não suportou o ritmo dos principais competidores. Luiz Cocuzzi terminou na 27ª posição

  • Olimpíadas | Do R7

Henrique Avancini em ação durante prova do ciclismo mountain bike

Henrique Avancini em ação durante prova do ciclismo mountain bike

Matthew Childs/REUTERS/26-07-2021

O brasileiro Henrique Avancini conseguiu o melhor resultado do país na história do ciclismo mountain bike nos Jogos Olímpicos. O ciclista terminou a prova na 13ª posição. Na Rio 2016, Avancini foi o 23º colocado.

Após bons resultados nos últimos anos, Henrique Avancini chegou para Tóquio 2020 como um dos candidatos ao pódio, mas sofreu com um ritmo muito forte dos concorrentes.

Avancini terminou a primeira volta na sexta colocação, mas já no começo da segunda assumiu a liderança. Em um circuito muito difícil, alguns ciclistas chegaram a empurrar as bicicletas para passar pelas pedras.

O brasileiro manteve um ritmo alto, mas era seguido de perto pelo holandês Martin Vander. Outro holandês, o ciclista Mathieu Van der Poel, sofreu uma queda impressionante quando ocupava a sexta colocação.

O pelotão da frente logo abriu vantagem e os suíços Nino Schurter e Mathias Flueckiger assumiram a liderança, com Avancini em terceiro. No final da segunda volta, o brasileiro fechou na sexta colocação, 12 segundos atrás do líder.

Com 30 minutos de prova, o ciclista brasileiro caiu para a sétima posição e o britânico assumiu a liderança Thomas Pidcock. Na quarta volta, os três primeiros abriram vantagem e Avancini ficou 26 segundos atrás de Pidcock, na oitava posição.

Na quinta volta, Pidcock e Flueckiger abriram mais de 30 segundos de vantagem para o terceiro, enquanto Avancini caiu para 12ª posição. Na sexta volta, o brasileiro subiu para a 11ª posição, mais de um minuto atrás do líder.

O britânico Thomas Pidcock fechou a prova com 20 segundos de vantagem para o suíço Mathias Flueckiger, que levou a medalha de prata. O espanhol David Valero Serrano garantiu o bronze. Henrique Avancini terminou em 13º, 2 minutos e 55 segundos atrás de Pidcock. Luiz Cocuzzi, outro ciclista brasileiro na final, terminou na 27ª posição.

Fadinha de prata! Veja as manobras de Rayssa Leal na Olimpíada

Últimas