Tóquio 2020

Olimpíadas Guiné desiste da participação nos Jogos Olímpicos por medo da covid

Guiné desiste da participação nos Jogos Olímpicos por medo da covid

Governo do país africano decidiu não enviar os atletas para a disputa da Olimpíada de Tóquio 2020

Agência EFE
País africano desistiu de participar da Olimpíada por causa da pandemia

País africano desistiu de participar da Olimpíada por causa da pandemia

Kimimasa Mayama / EFE - EPA - 25.5.2021

A Guiné confirmou nesta quarta-feira (21) o cancelamento de sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio devido à pandemia da covid-19.

"O governo da República da Guiné, ansioso para preservar a saúde dos atletas guineenses, decidiu com pesar cancelar a sua participação na 32ª Olimpíada, programada para Tóquio", declarou o Ministério dos Esportes em um comunicado divulgado pelo portal "Guinéenews".

Alertas já haviam sido emitidos nos últimos dias devido a atrasos no embarque da delegação guineense, embora alguns membros da delegação já estivessem no Japão. Finalmente, havia sido anunciado que eles sairiam de avião nesta terça-feira (20), com muito pouco tempo para recuperação física e aclimatação. Entretanto, as passagens de avião também não foram emitidas.

Segundo o "Guinéenews", esta será a terceira vez que o país da África Ocidental não participa dos Jogos Olímpicos, depois de Munique 1972 e Montreal 1976.

A equipe olímpica guineense era composta pela velocista Aissata Deen Conte; os nadadores Mamadou Bah e Mariana Touré; a judoca Mamadou Samba Bah; e a lutadora Fatoumata Camara.

No caso desta última, ela mesma já havia anunciado nesta semana que não participaria de Tóquio 2020 a menos que a Guiné resolvesse o não pagamento de bônus devido a ela, tanto por sua participação nos Jogos quanto pelo desempenho em eventos esportivos anteriores.

Últimas