Tóquio 2020

Olimpíadas Francês senta em ringue em protesto após desclassificação

Francês senta em ringue em protesto após desclassificação

Boxeador Mourad Aliev não aceitou decisão dos juízes durante luta contra britânico Frazer Clarke na Olimpíada

AFP
Mourad Aliev protesta contra decisão dos juízes

Mourad Aliev protesta contra decisão dos juízes

Luis Robayo/AFP/01-08-2021

O boxeador francês Mourad Aliev sentou-se no ringue após luta nos Jogos Olímpicos de Tóquio, neste domingo (1), por mais de meia hora para protestar contra sua derrota por desqualificação para o britânico Frazer Clarke.

O lutador, que compete na categoria acima de 91 kg, reagiu furiosamente depois que os juízes o desclassificaram por uma cabeçada para Clarke a apenas quatro segundos do final do segundo round.

Aliev havia vencido as pontuações do 1º round das quartas de final por 3-2 e, se tivesse vencido, teria garantido pelo menos uma medalha de bronze.

Os juízes determinaram que o francês, atual vice-campeão europeu, usou intencionalmente a cabeça para acertar Clarke, que sofreu cortes e sangramento no rosto.

Aliev, de 26 anos, ficou furioso com a decisão e rejeitou a tentativa de Clarke de acalmá-lo. O francês então cruzou as cordas e sentou-se em um dos cantos.

O boxeador permaneceu sentado por mais de meia hora até que os oficiais da organização o dissuadissem a deixar o ringue da arena Kokugikan.

Últimas