Coronavírus

Olimpíadas Famosa montadora japonesa não estará na cerimônia de abertura

Famosa montadora japonesa não estará na cerimônia de abertura

Uma das patrocinadoras dos Jogos Olímpicos, Toyota optou por não mandar representantes na festa da próxima sexta-feira (23)

AFP
Olimpíada de Tóquio está causando temores na população local

Olimpíada de Tóquio está causando temores na população local

Naoki Ogura - 14/07/2021/Reuters

Nenhum executivo da Toyota, empresa que patrocina os Jogos Olímpicos de Tóquio, comparecerá na sexta-feira (23) à cerimônia de abertura e o grupo não vai exibir anúncios na televisão relacionados com o evento, informou à AFP uma porta-voz do grupo japonês.

A Toyota é uma das principais empresas a patrocinar o movimento olímpico e contribuiu com 500 milhões de dólares para os Jogos de Tóquio.

Mas esta edição dos Jogos tem a oposição de grande parte da população japonesa devido à persistência da pandemia e o evento acontecerá praticamente sem a presença de público, enquanto os casos de covid-19 voltam a aumentar na capital.

"Os diretores da Toyota não comparecerão à cerimônia de abertura e a razão principal é que a cerimônia não terá espectadores", declarou uma porta-voz da empresa.

De acordo com a imprensa japonesa, menos de 1.000 funcionários e personalidades olímpicas, incluindo representantes de patrocinadores, devem acompanhar a cerimônia no estádio olímpico.

Ao mesmo tempo, a porta-voz da Toyota minimizou as informações da imprensa local de que a montadora teria cancelado os planos de exibir anúncios na televisão relacionados com os Jogos Olímpicos no Japão.

"Desde o início nunca se falou de exibir anúncios relacionados com os Jogos Olímpicos (...) no Japão", afirmou à AFP.

Além dos principais patrocinadores do movimento olímpico, grupo integrado pela Toyota (e que conta ainda com outras duas empresas japonesas, Panasonic e Bridgestone), quase 60 empresas nipônicas investiram 3,3 bilhões de dólares nos Jogos Olímpicos de 2020, um valor recorde.

As expectativas de retorno positivo ficaram em dúvida após a proibição da presença de torcedores, mas os patrocinadores sempre podem contar com uma exposição internacional na televisão e streaming.

Muitos japoneses temem um surto de infecções relacionado com os Jogos Olímpicos. No fim de semana foram registrados os primeiros casos de covid-19 entre atletas na Vila Olímpica. 

Desde 1º de julho foram contabilizados no Japão ao menos 58 casos de pessoas envolvidas nos Jogos.

Casamento fitness, cachorros e tatuagens: a vida de Bruno Fratus

Últimas