Coronavírus

Olimpíadas Erro em teste de covid atrasa a ida de canoísta brasileiro para Tóquio

Erro em teste de covid atrasa a ida de canoísta brasileiro para Tóquio

Pepê Gonçalves testou positivo quatro dias antes de embarcar. Resultado, porém, estava errado e ele está confirmado nos Jogos

  • Olimpíadas | Do R7

Pepê Gonçalves brilhou no Pan de Lima e sonha com medalha em Tóquio

Pepê Gonçalves brilhou no Pan de Lima e sonha com medalha em Tóquio

Reprodução/Instagram @pepehgoncalves

Pepê Gonçalves é uma das grandes esperanças de medalha para o Brasil na Olimpíada de Tóquio. E dias antes de embarcar para a capital japonesa, o atleta da canoagem slalom passou um grande susto. Por um erro do laboratório, um de seus testes de covid-19 deu positivo, o que fez com que ficasse em risco o seu sonho olímpico.

Ele estava escalado para embarcar para o Japão neste domingo (4). Porém, foi obrigado a mudar seus planos: "Todos os atletas precisam passar por um protocolo rigorosíssimo de teste de covid, com três testes. O segundo, de quatro dias antes do embarque, deu positivo. Na hora já passou um filme na minha cabeça, de cinco anos de preparação, um sonho de criança e uma quarentena nesse período seria muito severo para a preparação", iniciou ele.

"Fiz outro exame, ele foi para o mesmo laboratório e deu negativo. Na hora, acharam muito estranho, refizeram os dois exames e ambos deram negativo. Foi um erro, um erro que não pode acontecer, mas o que me importa é que esse pesadelo acabou", disse, aliviado, aos seus seguidores nas redes sociais.

Por causa da rigidez dos protocolos de saúde na Olimpíada, mesmo com o erro já comprovado, Pepê ainda não foi liberado para viajar ao Japão. Nada que desmotive o atleta, dono de duas medalhas de ouro no Pan de Lima, em 2019, a seguir se preparando.

"Sou o primeiro caso no mundo que aconteceu isso. Mas vou fazer o que está ao meu alcance. Vou ficar bem, treinar e me preparar. Peguei o meu carro, estou encarando 9 horas de viagem para ir ao Rio de Janeiro, que é onde eu melhor posso me preparar para a Olimpíada", explicou ele, que deve utilizar as instalações para a Olimpíada de 2016.

Veja os países mais vencedores nos esportes coletivos em Olimpíadas

Últimas