Tóquio 2020

Olimpíadas Darlan Romani termina em 4º no arremesso de peso em Tóquio

Darlan Romani termina em 4º no arremesso de peso em Tóquio

Atleta brasileiro consegue a melhor posição do país na modalidade; norte-americano quebra o recorde olímpico

  • Olimpíadas | Do R7

Darlan Romani conseguiu o melhor resultado do Brasil na história das Olimpíadas

Darlan Romani conseguiu o melhor resultado do Brasil na história das Olimpíadas

Kai Pfaffenbach/REUTERS/04-08-2021

Não deu para o Brasil no arremesso de peso. Darlan Romani chegou à final entre os candidatos à medalha, mas terminou na quarta colocação nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Com este resultado, o brasileiro supera o quinto lugar obtido na Rio 2016.

A medalha de ouro foi para o norte-americano Ryan Crouser, com 23.30 metros (novo recorde olímpico). A prata foi para Joe Joe Kovacs, dos EUA, com a marca de 22. 65 m. O bronze foi para Tomas Walsh, da Nova Zelandia, que fez 22.47.

A final teve a presença de 12 atletas e cada um tinha direito a três arremessos. Após essa série, os oito melhores colocados tiveram direito a mais três arremessos. 

Logo na primeira tentativa, o norte-americano Ryan Crouser, que tinha o recorde olímpico com 22.52 m, já superou a própria marca com 22.83 m, mostrando o alto nível da competição. Darlan Romani conseguiu 21.88m no primeiro arremesso e já se colocou entre os oito primeiros.

Na segunda rodada, Ryan Crouser quebrou o recorde olímpico novamente, com 22.93 m. Darlan Romani conseguiu 21.22 m e fechou esta rodada em quarto lugar.

Na terceira tentativa, Darlan Romani fez 20.96 metros e fechou a primeira fase na quarta posição, atrás dos norte-americanos Ryan Crouser, Joe Kovacs e do neozelandês Tomas Walsh.

Nas duas tentativas seguintes, o brasileiro queimando os arremessos. No último arremesso, Darlan fez 20.70 m, encerrando sua participação nos Jogos Olímpicos. Para encerrar a prova, Ryan Crouser conseguiu 23.30 m e bateu o recorde olímpico.

Últimas