Novo Coronavírus

Olimpíadas COI tranquiliza japoneses e garante Jogos Olímpicos seguros no Japão

COI tranquiliza japoneses e garante Jogos Olímpicos seguros no Japão

População do país teme que a realização da competição, que começa no dia 23 de julho, cause um pico de casos de covid-19

Reuters - Esportes
Thomas Bach acredita que grande parte dos atletas estará vacinado nas Olimpíadas

Thomas Bach acredita que grande parte dos atletas estará vacinado nas Olimpíadas

Denis Balibous/EFE/EPA

O Comitê Olímpico Internacional (COI) reafirmou nesta quarta-feira (19) que a Olimpíada de Tóquio será segura tanto para os atletas quanto para a comunidade que os receberá em meio a uma oposição crescente aos Jogos e temores de que a competição cause um pico de casos de covid-19.

Falando em Tóquio ao lado de autoridades japonesas de alto escalão, o chefe do COI, Thomas Bach, disse acreditar que mais de 80% dos ocupantes da Vila Olímpica estarão vacinados ou registrados para se vacinar antes dos Jogos, agendados para começar em 23 de julho.

Ele rejeitou os apelos cada vez maiores de cancelamento da grande atração esportiva global, já adiada uma vez devido à pandemia, dizendo que outros eventos esportivos provaram que a Olimpíada pode acontecer com precauções fortes contra a covid.

Os comentários de Bach vieram no momento em que o Japão mantém uma batalha contra uma quarta onda de infecções, mas a campanha de vacinação lenta mina a confiança pública já baixa de que a Olimpíada deveria ir adiante.

"Junto com nossos parceiros e amigos japoneses, só posso voltar a enfatizar este compromisso total do COI de organizar Jogos Olímpicos e Paralímpicos seguros para todos", disse Bach.

"Para conseguir isto, estamos agora plenamente concentrados na realização dos Jogos Olímpicos."

Menos de 30% dos profissionais de saúde de grandes cidades do Japão já foram vacinados contra o coronavírus a 65 dias do início da Olimpíada, noticiou o jornal Nikkei.

Veja clubes que mais valorizaram seus elencos no futebol brasileiro

Últimas