Tóquio 2020

Olimpíadas Casos de covid em hotel do judô fazem COB reforçar protocolo

Casos de covid em hotel do judô fazem COB reforçar protocolo

Atletas que lutarão em Tóquio 2020 não tiveram contato com funcionários infectados, na acomodação em Hamamatsu

  • Olimpíadas | André Avelar, do R7

Equipe brasileira de judô já treina no centro de treinamento montado em Hamamatsu

Equipe brasileira de judô já treina no centro de treinamento montado em Hamamatsu

Gaspar Nobrega/Divulgação/COB - 13/8/2020

Ainda antes da chegada da equipe brasileira de judô a Hamamatsu, cidade japonesa que será base para os atletas da modalidade, o COB (Comitê Olímpico do Brasil) teve de lidar com um problema sem que as competições de Tóquio 2020 tivessem sequer começado. O hotel em que a delegação está hospedada reportou cinco casos de covid-19 entre seus funcionários.

No momento, seis atletas e nove sparrings (judocas que ajudam no treinamento dos competidores) estão no hotel, sem nenhum contato externo, fazendo refeições no quarto e sem acesso a áreas comuns. Além disso, a pedido do COB, a máscaras faciais usadas passaram a ser modelo N95, que dá maior proteção contra o coronavírus.

“Esses funcionários do hotel, em momento algum, tiveram contato com a nossa delegação. Imediatamente quando tiveram o resultado positivo, já se isolaram”, disse a coordenadora de serviços médicos do COB, Ana Carolina Corte, em entrevista a jornalistas brasileiros.

Segundo o comitê, todas as pessoas que trabalham no hotel já apresentaram exames negativo para o vírus da covid e, apesar do aumento da rigidez do protocolo sanitário, não foi necessária a troca de acomodação ou qualquer outra medida mais drástica. A cidade, a 250 km da capital olímpica, é estratégica na preparação do judô brasileiro.

O sub-chefe de missão em Tóquio 2020, Jorge Bichara, disse que as medidas adotas pelo próprio hotel, próximo ao centro de judô, foi suficiente para que todos ficassem tranquilos. Ainda assim, há na manga um Plano B para caso a situação saia de controle. Além do restante da delegação de judô, o tênis de mesa também ficará hospedado no mesmo lugar. 

“Estamos em constante reuniões com a prefeitura e com o atendimento à equipe brasileira no local e, desta forma, estamos seguro de que o ambiente está controlado neste momento. Estamos cientes de que o risco existe, mas está longe da delegação brasileira”, afirmou Bichara.

O Japão já registrou 823 mil casos de covid-19 até o momento, sendo 14.905 mortes até essa segunda-feira (12). No último levantamento, foram 1.511 nas últimas 24 horas.

Tóquio 2020: Veja estádios, ginásios e locais de competição dos Jogos

Últimas