Tóquio 2020

Olimpíadas Boxe: Wanderson de Oliveira perde para cubano e dá adeus aos Jogos

Boxe: Wanderson de Oliveira perde para cubano e dá adeus aos Jogos

Pugilista brasileiro foi derrotado por Andy Cruz pelas quartas de final na categoria até 63 kg e ficou sem medalha em Tóquio

  • Olimpíadas | Do R7

Wanderson buscou a luta nos três assaltos, mas o cubano foi superior e conectou mais golpes

Wanderson buscou a luta nos três assaltos, mas o cubano foi superior e conectou mais golpes

Ueslei Marcelino/Reuters - 03.08.2021

O pugilista Wanderson de Oliveira, de 24 anos, perdeu para o cubano Andy Cruz e se despediu dos Jogos de Tóquio. A luta ocorreu pelas quartas de final da categoria até 63 kg, divisão dos pesos médios, nesta terça-feira (3). A decisão dos árbitros foi dividida e Cuba leva mais uma medalha para o seu tradicional esporte, já que no boxe quem avança às semifinais garante pelo menos a medalha do bronze (o 3º e o 4º são premiados).

O primeiro assalto foi equilibrado, com o brasileiro pressionando o cubano, que focava nos jabs (golpes diretos) para pontuar. Três árbitros deram a vitória para Andy Cruz e dois para o brasileiro.

O segundo round começou da mesma maneira, com o brasileiro tentando ditar o ritmo da luta, mas o cubano conectou mais golpes,. Novamente, três árbitros preferiram o cubano, e dois, o brasileiro.

No último assalto, Andy Cruz demonstrou sua experiência e os golpes entraram com mais frequência. Os cinco juízes deram a vitória para o cubano. Resultado final: 4 a 1.

Antes de chegar às quartas de final, Wanderson bateu o bielorrusso Dzmitry Asanou. A decisão dos árbitros foi apertada:  3 a 2.

Últimas