Tóquio 2020

Olimpíadas Bicampeã olímpica, Sheilla volta à seleção brasileira de vôlei

Bicampeã olímpica, Sheilla volta à seleção brasileira de vôlei

Oposta, de 37 anos, estava afastada do time de Zé Roberto Guimarães e atuando em uma liga em desenvolvimento nos EUA

  • Olimpíadas | Do R7

Sheilla, hoje com 37 anos, foi campeã em Londres 2012 e Pequim 2018

Sheilla, hoje com 37 anos, foi campeã em Londres 2012 e Pequim 2018

Foto: Divulgação/FIVB

Uma bicampeã olímpica está de volta à seleção brasileira feminina de vôlei. A oposta Sheilla foi chamada para a preparação para a Liga das Nações e os Jogos Olímpicos Tóquio 2020. A atleta, que foi ajudar a desenvolver o esporte profissional nos Estados Unidos, se apresenta na segunda-feira (19), em Saquarema, no Rio.

A convocação de Sheilla vem para dar mais experiência ao time que não poderá contar com Thaísa, que recentemente anunciou sua apostadora da seleção. Além dela, Fabiana está grávida, e Jaqueline está fora dos planos do técnico José Roberto Guimarães. As quatro atletas, medalhistas de ouro em Pequim 2008 e Londres 2012, seriam as únicas a poder igualar o recorde do tricampeonato.

Confira a convocação completa da seleção brasileira feminina de vôlei:

Centrais: Adenízia, Bia Mayany, Carol e Carol Gataz
Levantadoras: Macris, Dani Lins e Roberta
Líberos: Camila Brait e Nyeme
Ponteiras: Fernanda Garay, Natália e Ana Cristina
Opostas: Tandara, Lorenne, Rosamaria e Sheilla
Convidadas: Lorena, Diana e Karina

Se o time masculino ficou com o ouro na Rio 2016, o feminino, daquela vez, ficou aquém do esperado. O time fez uma primeira fase irregular e caiu nas quartas de final para a China, que se sagrou campeã no Maracanãzinho.

O primeiro compromisso do time de Zé Roberto é a Liga das Nações, de 25 de maio a 20 de junho, em Rimini, na Itália. Os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 acontecem de 23 de julho a 8 de agosto, na capital do Japão.

100 dias para Tóquio: Brasil tem 200 classificados para Jogos Olímpicos

Últimas