Tóquio 2020

Olimpíadas Besuntado será novamente porta-bandeira de Tonga na Abertura

Besuntado será novamente porta-bandeira de Tonga na Abertura

Comitê nacional confirma Pita Taufatofua ao lado de Malia Pasek na cerimônia desta sexta-feira no Estádio Olímpico

  • Olimpíadas | André Avelar, do R7, em Tóquio, no Japão

Pita Taufatofua, o Besuntado de Tonga da Rio 2016, competirá no taekwondo

Pita Taufatofua, o Besuntado de Tonga da Rio 2016, competirá no taekwondo

FILIP SINGER/EFE - 9/2/2018

Quatro atletas e sem lá muitas chances de medalhas. Nem por isso a delegação de Tonga deixará de chamar a atenção na Cerimônia de Abertura de Tóquio 2020. Pita Taufatofua será novamente o porta-bandeira da pequena ilha da Oceânia nos Jogos Olímpicos. Pita quem? O Besuntado de Tonga para quem se lembra da Rio 2016.

Há cinco anos, no Maracanã, Pita exagerou no óleo de coco e, sem camisa e com uma saia ao estilo das ilhas que rodeiam a Austrália, chamou a atenção do mundo por seu estilo. A fama veio quase repentina e, desde então, ele ficou conhecido entre os brasileiros como o Besuntado de Tonga.

Desta vez, o lutador de taekwondo, que foi até as oitavas de final na última edição dos Jogos Olímpicos, não estará sozinho. A também lutadora Maliaj Paseka dividirá a honraria da porta-bandeira. Essa é a primeira vez que o COI (Comitê Olímpico Internacional) permitiu duplas para a festa.

O comitê de Tonga não informou se o casal terá alguma supresa. Nas redes sociais, no entanto, Pita já deu uma mostra do que pode usar na cerimônia: um colar em homenagem às vítimas da covid-19.

Últimas