Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Tati, Ítalo e Yago avançam para as semifinais de Saquarema

Nas quartas de final da etapa carioca, Tati Weston-Webb, Ítalo Ferreira e Yago Dora venceram suas baterias e são os brasileiros que...

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7


Nas quartas de finais da etapa brasileira de Saquarema do circuito mundial de surfe da WSL, três surfistas nacionais avançaram. Nesta quinta-feira (28) pela manhã no Rio de Janeiro, Tati Weston-Webb será a representante entre as quatro melhores. Enquanto, Ítalo Ferreira e Yago Dora estarão um em cada perna da semifinal, com a possibilidade de uma final brasileira entre os homens. Gabriel Medina ficou pelo caminho.

O dia começou com as quartas de final para as mulheres e as duas brasileiras foram para água na segunda e terceira baterias. Primeiramente, Tati Weston-Webb passou para as semifinais ao vencer a costarriquenha Brisa Hennessy. Dessa forma, foi uma bateria que Tati dominou as esquerdas e, de seis tentativas, emplacou duas boas ondas. Suas notas, 8,17 e 7,60 em sequência. Enquanto Brisa encaixou uma onda de 5,83 e teve mais duas tentativas, que rendeu apenas 0,60. Assim, a brasileira venceu com 15,77 contra 6,34 e igualou o seu melhor resultado em Saquarema nos anos de 2018 e 2022. A adversária de Tati é a estadunidense Sawyer Lindblad, que passou pela compatriota, Caroline Marks.

Em seguida, Luana Silva teve a ingrata missão de tentar superar a "yellow jersey", líder do ranking, a californiana Caitlin Simmers. Contudo, Luana sentiu a pressão e não encontrou boas ondas, dropou apenas uma com nota de 5,67. Por outro lado, a estadunidense teve sete ondas registradas e somou 7,67, da quarta, com 5,10, da sétima, para os 12,77 que garantiram mais a quarta semifinal em oito etapas.

No masculino

Publicidade

O primeiro brasileiro a cair na água foi campeão olímpico e mundial Ítalo Ferreira, que enfrentou o australiano que defende as cores do Japão, Connor O'Leary. Então, Ítalo fez oito tentativas e somou 5,00, da segunda, com 5,03, da sétima, para vencer com 10,03 e seguir para a semifinal. Seu adversário asiático teve cinco oportunidades e somou 1,50 com 4,40 para ficar com 5,90.

O adversário do brasileiro será o norte-americano Griffin Colapinto, que superou outro brasileiro nas quartas de final. Gabriel Medina perdeu por menos de um ponto de diferença. Assim, Colapinto fez 10,07 com a soma das notas de sua primeira e quinta ondas. E Medina teve doze tentativas, que teve as melhores notas nas duas últimas, somando 9,44.

Publicidade

Por fim, Yago Dora foi o último dos brasileiros a competir na terceira bateria de quartas de final e fez a melhor nota do evento. Encaixou na sua quinta tentativa a nota de 9,17, com a 6,83 que fez em sua segunda tentativa, finalizou a bateria com 16,00. Mais do que o suficiente para bater o havaiano John John Florence, líder do ranking, que somou 11,27. Veja a onda do brasileiro que fez a torcida vibrar:

Seu adversário será o sul-africano Jordy Smith, que somou 10,00 e bateu o australiano Ethan Ewing, que ficou com 9,73.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.