Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Sun Yingsha: de olho em três ouros em Paris-2024

Olimpiada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7


Nesta semana Sun Yingsha atingiu uma marca importante na carreira, ou seja: sua 100ª semana consecutiva na liderança do ranking mundial.

Chegar ao topo do ranking já um grande feito, uma das maiores conquistas a que um atleta pode almejar.

Mas Sun Yingsha não só atingiu o topo do ranking feminino de simples. Ela também "tomou posse" da posição, defendendo a sua liderança nos últimos 23 meses.

Esta sequência começou em 19 de Julho de 2022, quando Sun assumiu a liderança do ranking na semana 29 da temporada de 2022. Isto é, após o vice-campeonato no WTT Star Contender ESS 2022, superando a então número 1, Chen Meng.

Publicidade

Uma vez no topo, Sun não deixaria o lugar tão cedo.

Mantendo a liderança nos dois meses seguintes, Sun Yingsha fortaleceria sua posição em Outubro daquele ano. Ela conquistou 2.500 pontos no ranking pelos títulos no WTT Champions Macao e na WTT Cup Finals Xinxiang, ou seja: terminando o ano com 1.555 pontos à frente da adversária mais próxima.

Publicidade

X

Ninguém a ameaçaria em 2023, com Sun Yingsha performando cada vez melhor. Com o título do Singapore Smash diante de Chen Meng, Sun ainda seria a campeã mundial de simples em Durban-2023, antes de encerrar a temporada passada com o triunfo no WTT Finals Women Nagoya 2023.

Aqueles mais de 1.500 pontos que ela tinha do final de 2022 mais do que dobraram na última semana da temporada de 2023. Na ocasião, Sun tinha 4.045 pontos a mais do que então número 2, Wang Yidi.

Temporada atual

Firmando o seu nome como a força dominante no individual feminino, Sun Yingsha não tem desacelerado em 2024. Ela faturou três títulos de WTT, incluindo aí dois sucessos no WTT Champions – somente na primeira metade da temporada. Sua conquista mais recente aconteceu em casa, isto é: no WTT Champions Chongqing. Ela superou as rivais Chen Meng (campeã olímpica de Simples em Tóquio-2020) e Wang Manyu (campeã mundial de simples em Houston-2021) na caminhada ao título.

Faltando seis meses para o final da temporada, Sun Yingsha ainda "ainda tem chão" para confirmar mais um ano completo como a número 1 do mundo. Mas você provavelmente não apostaria contra ela.

Análise

Sun Yingsha já tem 2 medalhas olímpicas: foi ouro por equipes e prata no individual em Tóquio-2020. Em 2023, foi campeã mundial de simples em Durban. E em 2021 e em 2023, bicampeã mundial nas duplas mistas ao lado de Wang Chuqin – o atual líder do ranking mundial masculino de simples.

Ou seja: Sun Yingsha pode tornar-se a primeira mesa-tenista na história a conquistar três ouros em uma edição olímpica: por equipes, nas mistas e no individual. Lembrando que o tênis de mesa passou a distribuir cinco medalhas de ouro em Tóquio-2020, quando foi incluída a prova de duplas mistas. Na ocasião, os campeões foram os japoneses Jun Mizutani/Mima Ito, que venceram na final os chineses Xu Xin/Liu Shiwen.

Com informações de: WTT

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.