Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Marcus D'Almeida leva prata em Antalya na flecha de desempate

Na etapa turca da Copa do Mundo, Marcus D'Almeida venceu italiano para ir à final, mas perdeu a decisão para bicampeão olímpico no...

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7


Neste domingo (23), em Antalya, na Turquia, ocorreram as finais da etapa da Copa do Mundo de tiro com arco. Dessa forma, Marcus D'Almeida avançou para a decisão após superar Mauro Nespoli na semifinal. Em seguida, enfrentou o bicampeão olímpico por equipes, Woo-jin Kim, e deixou empatada a partida até o quinto round. Mas viu o coreano levar a melhor na flecha de desempate e fechou a competição com a prata.

No arco recurvo, os duelos na fase que afunila de cada competição são extremamente nervosos. Na semifinal individual, Marcus D'Almeida encarou o italiano Mauro Nespoli, que já faturou ouro e prata por equipes em dois Jogos Olímpicos. Além disso, Mauro foi medalhista de prata no individual de Tóquio-20 e é o quarto no ranking. Enquanto Marcus é o primeiro desse mesmo ranking, ainda busca sua primeira medalha olímpica.

Contudo, ainda com equilíbrio no retrospecto, Marcus levou a melhor com 6 a 0, faturando os três primeiros sets (27/26, 28/25 e 28/26). Assim, o brasileiro classificou-se para mais uma final de etapa de Copa do Mundo. Por conseguinte, teve pela frente o atual bicampeão olímpico por equipes, o sul coreano Woo-Jin Kim.

YOUTUBE

Publicidade

TWITTER

Publicidade

INSTAGRAM

Publicidade

TIK TOK

 E 

FACEBOOK

O adversário de Marcus venceu a primeira parcial e o brasileiro devolveu na sequência seguinte de disparos. A terceira vez que mediram a precisão, os dois arqueiros terminaram empatados. E a mesma sequência se repetiu nos quarto e quinto sets de flechas. Uma vitória para cada lado. Portanto, a final precisou de uma flecha para cada lado e quem acertasse mais perto do centro levava. Os dois marcaram nove pontos, porém o sul-coreano foi levemente mais próximo ao centro do alvo, deixando a prata com o brasileiro.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.