Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Lara Lima é bronze com recorde das Américas em Tbilisi

Lara Lima ergue 107kg, leva o bronze na Copa do Mundo de Tbilisi e bate recorde das Américas da categoria até 41kg

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7


A brasileira Lara Lima conquistou a medalha de bronze na etapa de Tbilisi da Copa do Mundo de halterofilismo, nesta quinta-feira (20). Ela ergueu 107kg para ir ao pódio e, de quebra, ainda quebrou o recorde das Américas na categoria até 41kg. A mineira é a primeira de 13 atletas brasileiros a entrarem em ação na competição.

Campeã mundial júnior, Lara Lima teve suas três tentativas válidas na competição. Primeiro, ela ergueu 100kg. Em seguida, marcou 104kg. Por fim, anotou 107kg para ficar em terceiro lugar e fazer a melhor marca de sua vida. A chinesa Cui Zhe levou o ouro com 116kg, enquanto a nigeriana Esther Nworgu faturou a prata com 112kg.

Com a marca de 107kg, Lara Lima quebrou o recorde das Américas na categoria até 41kg. De acordo com o site do Comitê Paralímpico Internacional (IPC), o recorde até então era da própria atleta, com 103kg erguidos nos Jogos Parapan-Americanos de Santiago-2023. No entanto, Lara já havia erguido 104kg em 2024, na primeira etapa do Circuito Nacional de Halterofilismo.

O levantamento de Lara também melhora a marca da halterofilista no ranking internacional de acesso aos Jogos de Paris e a mantém na quarta colocação. Suas adversárias em Tbilisi estão logo a sua frente. Até a etapa da Copa do Mundo, Zhe Cui ocupava a segunda posição, com 115kg, e a nigeriana Esther Nworgu vinha em terceira, com 114kg. A lista era liderada pela também chinesa Lingling Guo (123kg). Nos Jogos, cada país só pode ter um atleta por categoria de peso.

Publicidade

Outros brasileiros

Mais três brasileiros entrarão em ação na Copa do Mundo de Tbilisi nesta sexta-feira (21): João Maria França (até 59kg), Maria Rizonaide (até 50kg) e Bruno Carra (até 54kg). Este é o último torneio internacional dos halterofilistas brasileiros antes dos Jogos Paralímpicos de Paris-2024, com início em 28 de agosto.

Lara Lima bronze Tbilisi (Divulgação)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.