Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Equipe feminina cai na primeira rodada do Pré-Olímpico

Trio formado por Ana Luiza Caetano, Ane Marcelle dos Santos e Graziela Paulino ficou sem vaga para Paris-2024

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7


O Brasil não avançou no Pré-Olímpico Final e ficou sem vaga para disputar o torneio por equipes femininas do tiro com arco nos Jogos Olímpicos de Paris-2024. O trio formado por Ana Luiza Caetano, Ane Marcelle dos Santos e Graziela Paulino competiu no último torneio classificatório nesta sexta-feira (14), em Antalya, na Turquia, e até chegou no mata-mata, mas acabou derrotado na primeira rodada.

As atletas brasileiras não tiveram um bom desempenho na fase de ranqueamento. Ana Luiza Caetano foi a melhor entre elas, ao marcar 651 pontos e ser a 34ª colocada entre 143 atletas participantes. Graziela Paulino foi apenas a 84ª colocada, com 619 pontos, enquanto a duas vezes atleta olímpica Ane Marcelle dos Santos foi a 88ª, com 618 pontos.

Com o desempenho das três atletas, o Brasil acumulou 1.888 pontos e ficou em 21º lugar no ranqueamento por equipes. Assim, garantiu uma das últimas vagas para o mata-mata, uma vez que apenas os 24 melhores times avançaram. Logo na estreia da nova fase, a equipe verde-amarela perdeu para a Ucrânia por 5 a 1 (53/47, 54/54 e 57/55), sendo eliminada da competição.

Vagas no Pré-Olímpico

Publicidade

O Pré-Olímpico Final distribui algumas das últimas vagas do tiro com arco para Paris-2024. No caso da disputa por equipes, três vagas estão em jogo. Depois das mulheres, será a vez dos rapazes entrarem em ação. A equipe masculina brasileira, composta por Marcus D'Almeida, Mateus Carvalho e Matheus Ely, competirá neste sábado (15), a partir das 03h (horário de Brasília).

Também há três vagas em disputa no torneio individual do Pré-Olímpico, mas só podem brigar por elas os países que ainda não tiveram nenhum atleta classificado naquele gênero. O Brasil possui uma vaga individual feminina, assegurada por Ana Clara Machado após a prata nos Jogos Pan-Americanos de Santiago-2023, e uma masculina, garantida por Marcus D'Almeida após o bronze no Mundial de 2023.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.