Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

De olho em Paris, atletas são campeões na paraesgrima

Na abertura do Campeonato Brasileiro de paraesgrima, seis atletas que competirão nos Jogos Paralímpicos de Paris foram campeões

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7


Competição mais importante do calendário nacional, que serve também como aquecimento para os Jogos Paralímpicos de Paris, o Campeonato Brasileiro de Paraesgrima teve seu primeiro dia de disputa nesta terça-feira (25), em São Paulo. Dos sete atletas que defenderão nossas cores na capital francesa, seis deles foram à pista no Centro Paralímpico Brasileiro (CPB) e faturaram títulos nacionais: Jovane Guissone no florete B; Carminha Oliveira na espada A; Mônica Santos na espada B; Kevin Damasceno na espada A; Rayssa Veras no sabre A; e Vanderson Chaves no sabre B.

Jovane Guissone arrasador no florete B

No florete B masculino, sua segunda arma, Jovane Guissone (Paulistano/SP), mostrou um ritmo avassalador desde as pules. Ganhou vários duelos sem sofrer toques até chegar na final contra Vanderson Chaves, do Grêmio Náutico União/RS. E com mais um desempenho arrasador, venceu por 15 a 1 para faturar a medalha de ouro.

“Desde a pule entrei bem focado. Tudo o que treinei consegui aplicar na competição. O florete é minha segunda arma, mas com ele eu também tenho chance de medalha em Paris”, disse Jovane, que na próxima semana embarca para disputar a Copa do Mundo de Paraesgrima na Polônia, seu último teste antes dos Jogos Paralímpicos. 

Publicidade

Carminha, Mônica e Kevin vencem na espada

A decisão da espada A feminino também reuniu atletas que irão aos Jogos Paralímpicos: Carminha Oliveira (Associação dos Deficientes Físicos do Paraná/PR) e Rayssa Veras (Paulistano/SP), duas tradicionais rivais em pista. Desta vez, quem levou a melhor foi Carminha, por 15 toques contra 12, faturando o título brasileiro.  

Publicidade

Na espada B feminino a campeã foi Mônica Santos, do Grêmio Náutico União/RS. No duelo decisivo ,então, protagonizou um combate muito equilibrado com Rudineia Manica, da Associação dos Deficientes Físicos do Paraná/PR, vencido por 15 toques contra 10.

No masculino, o título da espada A ficou com Kevin Damasceno (Grêmio Náutico União/RS), que também estará em Paris. A medalha de ouro, todavia, veio com uma difícil vitória por 15 a 14 sobre Moacir Ribeiro, da Associação dos Deficientes Físicos do Paraná/PR.

Rayssa e Vanderson são campeões no sabre

No sabre A feminino, a medalhista de ouro foi Rayssa Veras, atleta que disputará em Paris sua primeira edição de Jogos Paralímpicos. Representando o Paulistano/SP, ela derrotou na final a gaúcha Mônica Santos (que já conquistara o título na espada B), por 15 a 5.

Por fim, na última competição do dia, o sabre B masculino, Vanderson Chaves (Grêmio Náutico União/RS) faturou o ouro vencendo Izaías Monteiro da Silva, da Associação dos Deficientes Físicos do Paraná/PR, por 15 a 6.  “Foi sensacional terminar o dia assim. Me preparei muito para isso e fico muito feliz. Quem sabe dá para trazer uma medalha lá de Paris”, comentou Vanderson.

PARAESGRIMA (1)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.