Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Brasileiros caem no Challenger de Mauthausen

Gustavo Heide (simples) e Orlando/Romboli (duplas), foram eliminados do Challenger de Mauthausen, na Áustria

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7


Fim da linha para o Brasil na Áustria. Nesta quinta-feira (9), três brasileiros estiveram em quadra para a disputa do Challenger de Mauthausen. Nas oitavas de final do simples masculino, Gustavo Heide perdeu para o eslovaco Jozef Kovalik por 2 a 0 (2-6 e 1-6). Por sua vez, nas duplas, Orlando Luz e Fernando Romboli caíram nas quartas de final diante da equipe austríaca Oberleitner/Schwaerzler. O placar foi de 2-0 para os donos da casa, com parciais de 4-6 e 4-6.

Quem não faz, toma

Às vezes, um placar elástico pode não dizer muito sobre o que foi uma partida. Um bom exemplo disso foi o duelo de Gustavo Heide, número 141 do ranking ATP, contra o tenista eslovaco Jozef Kovalik, número 160 do mundo. Apesar do brasileiro ter somado apenas três games durante os dois sets, a partida não foi nada fácil para Kovalik.

Na primeira parcial, todos os games foram vencidos pela diferença mínima de pontos. Assim, ambos os tenistas chegaram perto de vencer todas as disputas. Apesar do equilíbrio, houve apenas dois break-points em todo o set, ambos favoráveis à Kovalik. O eslovaco não desperdiçou as oportunidades e fechou a parcial em 6-2.

Publicidade

No segundo set o roteiro foi semelhante. Novamente, os games foram parelhos e foi Kovalik quem soube defini-los. Logo na primeira disputa, Heide teve seu primeiro break-point favorável na partida, mas não soube aproveitá-lo. E como diz o ditado: quem não faz, toma. O eslovaco, então, quebrou o serviço do brasileiro e conseguiu abrir 3-0 no placar. No quinto game, a mesma coisa - break-point desperdiçado por Heide e logo na sequência uma quebra de Kovalik, que fechou a partida em 6-1.

Vitória dos mandantes

No duelo em duplas do Challenger de Mauthausen, Orlando Luz e Fernando Romboli caíram diante da equipe austríaca composta por Neil Oberleitner e Joel Schwaerzler. Com um duplo 6-4, os donos da casa despacharam os brasileiros do torneio. O duelo teve bastante equilíbrio, com apenas duas quebras de saque em toda a partida, ambas em favor dos austríacos. Por fim, um destaque curioso foi que a dupla do Brasil teve seis aces, enquanto  Oberleitner/Schwaerzler não pontuou nenhuma vez desta maneira.

gustavo Heide1

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.