Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Brasil perde para os EUA e amargura quarta derrota na Liga das Naçoes

Os americanos pareciam cansados para o tie-break, mas não foi isso que mostraram em quadra

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7


Seleção terá de garantir vaga nos playoffs fica nos jogos contra o Canadá e França Divulgação/FIVB

Não deu para o Brasa, isso porque, com problemas no desafio, nesta quinta-feira (20), nas Filipinas, o Brasil perdeu para os Estados Unidos, por 3 a 2 (21/25, 25/16, 21/25, 25/22 e 9/15). Com a derrota da seleção, a classificação para os playoffs fica para os próximos dois jogos

O JOGO

No começo da partida, um jogo estudado. Os líderes de cada equipe, Lucarelli do lado ‘brazuca’ e Christenson do lado norte-americano, organizaram seus times e marcaram seus pontos. Mas, o Brasil estava um pouco ‘frio’ ainda, e largou a partida perdendo. 21 a 25.

Rolou até desafio americano na parte final do set. Mas para o azar dos ianques o ponto foi brasileiro. O Brasil chegou a alcançar a maior vantagem da partida até ali, 22 a 16. DeFalco parou no bloqueio brasileiro, mais de uma vez. E, para fechar o segundo set, Alan, em uma bomba no saque, fez o último ponto para deixar a partida em 25 a 16 e conceder o empate parcial. 1 a 1.

SETS COMPLICADOS

Na volta do terceiro set, quem começou vencendo foi o Brasil, mas, no decorrer dele, os pontos não fugiram disso, quando um avançava, o outro empatava. Mas, a vitória brasileira era de suma importância, já que, em caso de vitória por 3 a 1, a seleção estaria matematicamente nas quartas da VNL. Quando o placar chegou em 16 a 11 para os americanos, Bernardinho pediu um tempo, tentando repor a cabeça dos jogadores no lugar. Mas parece que nada adiantava, os EUA abriram 19 a 14. O Brasil até chegou a se recuperar e ameaçar, deixando a partida em apenas 23 a 21 para os ianques, mas não foi o suficiente, e em um desafio mal-sucedido os americanos repetiram o 25 a 21 e venceram o terceiro set. 3 a 1.

Publicidade

Na volta do quarto set, o Brasil voltou para a quadra com o pé direito, e já no começo abriu quatro pontos de vantagem (5 a 1). A vantagem seguiu se alargando, com o placar chegando a 11 a 6 e depois a 16 a 10. Fisicamente, era visível que os americanos estavam mais cansados que os brasileiros, mas, mesmo desgastados, ensaiaram uma pressão, que foi furada por Bergmann, ou melhor ‘Ice Bergmann’, que foi frio, fez um ponto decisivo e recolocou a cabeça da seleção no lugar. Mas, foi o craque Flávio, que fechou o set, por 25 a 22.

TIE-BREAK

Por fim, no tie-break, para piorar o nervosismo de quem assistia, o desafio não estava funcionando, por uma falha técnica. O jogo seguiu amarrado e apertado. Os norte-americanos abriram vantagem. 10 a 6. Os brasileiros tinham a seleção dos EUA e a torcida contra. A cabeça do Brasil já não estava no mesmo lugar. Os adversários fizeram pontos seguidos, deixando a partida em 14 a 8. Mas DeFalco, que estava destinado a ser o carrasco do Brasil no jogo, bateu forte e, no bloqueio errado brasileiro, deu o último ponto da partida, fechando o 3 a 2.

Publicidade

PÓS

A próxima partida do Brasil na VNL será contra o Canadá, na sexta-feira (21), às 04h. Já os EUA enfrentarão a Alemanha, no sábado (22), às 00h, também pela VNL

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.