Esportes Número 1 do mundo, Barty perde de virada e cai nas quartas do Aberto da Austrália

Número 1 do mundo, Barty perde de virada e cai nas quartas do Aberto da Austrália

Atual número 1 do mundo, a australiana Ashleigh Barty era a última esperança de título para os torcedores locais no Aberto da Austrália. Nesta quarta-feira, a líder do ranking da WTA se despediu do primeiro Grand Slam da temporada ao ser derrotada de virada pela checa Karolina Muchova, 27.ª colocada, por 2 sets a 1 - com parciais de 1/6, 6/3 e 6/2, após 1 hora e 57 minutos -, nas quartas de final.

Esta é a melhor campanha da checa em torneios de Grand Slam, superando o desempenho de Wimbledon em 2019, quando parou nas quartas de final. E foi a segunda vitória sobre uma jogadora do Top 10 em Melbourne este ano - antes, na terceira rodada, havia batido a compatriota Karolina Pliskova, número 6 do mundo. Com o grande desempenho, Muchova se aproximará bastante do inédito Top 20 - vai subindo provisoriamente para o 22.º lugar, uma colocação abaixo da melhor da carreira até então.

Já Barty tinha a chance de quebrar um tabu de 43 anos. Desde 1978 que um jogador australiano (homem ou mulher) não vence a chave de simples do Aberto da Austrália - Chris O'Neil foi o último. E ela poderia conseguir esse feito com a presença de público nas tribunas e arquibancadas, que poderá voltar ao complexo de Melbourne Park a partir desta quinta-feira após período de restrições por conta da pandemia do novo coronavírus.

Nas semifinais, Muchova terá pela frente a americana Jennifer Brady. A cabeça de chave número 22 fez valer o favoritismo para cima da compatriota Jessica Pegula e também ganhou de virada por 2 sets a 1 - com parciais de 4/6, 6/1 e 6/2, após 1 hora e 40 minutos de confronto.

Brady repete o desempenho do US Open do ano passado e vai disputar mais uma semifinal de Grand Slam, tentando agora a sua primeira decisão em torneios deste nível. Derrotada pela japonesa Naomi Osaka em Nova York, agora ela entrará em pé de igualdade para o duelo com Muchova.

Será a segunda vez que a americana e a checa irão duelar no circuito profissional. Na única vez que se cruzaram até agora, Muchova levou a melhor, superando Brady por 2 sets a 1 nas oitavas de final do WTA de Praga, na República Checa, em 2019.

No ranking da WTA que será atualizado na próxima segunda-feira, Brady entrará para o Top 20 pela primeira vez. Sairá da 24.ª posição, a mais alta até então, e deve ir para a 15.ª, podendo ficar como a 16.ª colocada se perder a semifinal para Muchova.

Últimas