Esportes Na final da Copa do Brasil, Cuca valoriza temporada do Atlético-MG: 'Não é fácil'

Na final da Copa do Brasil, Cuca valoriza temporada do Atlético-MG: 'Não é fácil'

Nove meses depois, a temporada 2021 do Atlético-MG chega ao fim nesta quarta-feira. Em busca do título da Copa do Brasil, o clube mineiro enfrenta o Athletico-PR, na Arena da Baixada, em Curitiba, e o técnico Cuca aproveitou para olhar para a trajetória percorrida até aqui. Ele destacou o trabalho árduo do dia a dia, desde o início da temporada, até esta partida que encerra um ano de glórias.

"Faltando um ou dois dias para acabar o ano, é fácil falar. Mas o dia a dia é muito complicado, difícil, você está mexendo com a vaidade, o ego de vários jogadores, que são consagrados, titulares de seleção. Grande parte não sabendo o que é um Brasileirão, um Atlético-MG. Não é fácil, mas os caras compraram a briga, entenderam e, sem vaidade, remou até chegar ao nosso objetivo, que era ser campeão brasileiro", destacou.

Cuca não quer ver o Atlético-MG tirando o pé justamente agora. No jogo de ida, o time mineiro construiu uma boa vantagem, com uma vitória por 4 a 0, no último domingo, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Apesar disso, o treinador pregou cautela na volta.

"A gente se sente realizado pelo trabalho, mas falta essa última página. É fazer um grande jogo, mas sabendo que vai ser um jogo duro. Foi 4 a 0? Foi, conquistamos isso. Mas com 40 mil na casa do adversário, tem que saber entender o jogo", pontuou Cuca.

Caso conquiste a Copa do Brasil, Cuca se tornará o segundo treinador a vencer a competição, o Brasileirão e a Copa Libertadores pelo mesmo clube. O primeiro foi Felipão, que realizou o feito com Grêmio e Palmeiras. Apesar das glórias individuais, preferiu valorizar o ano especial do Atlético-MG, que pode ter seu terceiro título na temporada.

"Todo título tem uma importância. A gente não pensa no individual, no Cuca. Até porque ela não vai ficar comigo. A gente pensa no clube, que sem a torcida não existe. Então a gente pensa no torcedor. Levar o Brasileiro para o torcedor, o Mineiro. Fizemos uma grande Libertadores, mas ficamos fora. E temos uma chance boa na Copa do Brasil. A gente pensa primeiro no torcedor", finalizou.

Últimas