Livre Surf Presidente da SPSurf esteve na Homenagem do dia do surfista em Santos

Presidente da SPSurf esteve na Homenagem do dia do surfista em Santos

Presidente da federação de surf do estado de São Paulo Marca presença no evento de homenagem ao do surfista em Santos. Presidente da SPSurf esteve na Homenagem do dia do surfista em Santos. O presidente da Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf), José Paulo Neves Ferreira, o Zé Paulo, esteve presente no …

Livre Surf
Presidente da federação de surf do estado de São Paulo Marca presença no evento de homenagem ao do surfista em Santos.
Livre Surf

Livre Surf

Livre Surf

Presidente da SPSurf esteve na Homenagem do dia do surfista em Santos.

O presidente da Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf), José Paulo Neves Ferreira, o Zé Paulo, esteve presente no Paço Municipal de Santos, na tarde de quinta-feira, 21, na homenagem ao Dia Municipal do Surfista.

Realizada pela Prefeitura, em parceria com a Associação Santos de Surf (ASS), que tem em sua presidência Mauro Rabellé, também vice-presidente da SPSurf, homenagearam, nesta edição, surfistas pioneiros da década de 60 como Odailton Dato de Oliveira Silva, Fernando Aurelio Cornelio Pivetta, Geraldo Mantilla Luzzi e José Paulo Sacramento “in memoriam”.

Disse Rabellé.:

“Realizamos mais um evento de grande importância para a história do surfe santista. E, é importante ressaltar que além do apoio da Prefeitura, não podemos esquecer do forte trabalho de pesquisa de Diniz Iozzi ‘o Pardal’, que estudou minuciosamente a escolha dos homenageados. Agora, ele já começa todo o processo novamente de escolha dos próximos surfistas que ajudaram na construção da história do surfe do município, para o ano de 2022”,

Livre Surf

Livre Surf

Livre Surf

Entre os momentos mais marcantes da cerimônia, Rabellé destaca a fala do atual prefeito de Santos, Rogério Santos, que também é surfista. Na ocasião, o prefeito assumiu o compromisso de retomar as obras de reforma do Quebra Mar, assinou pela permanência, por mais um ano, do Museu do Surf e se comprometeu em apoiar com o que for necessário o Centro de Treinamento de Surf, que funciona por meio de Termo de Cooperação Técnica entre a Associação Santos de Surf e a Secretaria de Esportes.

“Foi uma cerimônia muito representativa para o surfe santista. Para nós, da SPSurf, o evento traz uma energia muito positiva que nos alimenta para enfrentarmos os desafios do ano de 2021”, comentou Zé Paulo, presidente da SPSurf. A cidade de Santos também é a dona do título de campeã por equipes do 1º Quiksilver Estadual de Clubes, realizado pela Federação, em 2020. Também esteve presente o Diretor Jurídico da SPSurf, Reginaldo Ferreira Lima Filho, o Naldo, que de 2017 a 2019, presidiu a ASS.

Dos homenageados em 2021, Dato iniciou a prática do surfe na praia do Itararé, em São Vicente, fazendo suas próprias pranchas para surfar e competir. Geraldo Mantilla é da geração pé na areia, dos prédios em frente a ilha de Urubuquecada. Fernando Piveta foi o primeiro campeão paulista da categoria júnior, em 1967 e José Paulo aprendeu a surfar no Canal 3, em Santos, fazendo pranchas de madeirites que cercavam a obra do Clube XV.

A solenidade, criada por lei municipal em 2003, valoriza aqueles que ajudaram a construir a cultura do esporte em Santos, que é considerada a cidade berço do surfe no Brasil, desde a década de 30, de acordo com relatos históricos.

Livre Surf

Livre Surf

Livre Surf

Desde de sua criação, mais de 50 surfistas já foram homenageados, entre eles Picuruta Salazar, Cisco Araña e os irmãos “Twins”, Dudu (in memorian) e Carlinhos, que nos deixou no último dia 10 de Janeiro de 2021 (RIP).

O evento ocorreu no Salão Nobre Prefeito Esmeraldo Tarquínio, no Palácio José Bonifácio, seguindo todos os protocolos de segurança do COVID-19

#estamosnatorcida

Últimas