Livre Surf Manifesto de mulheres do Guaruja cobra respeito no surf

Manifesto de mulheres do Guaruja cobra respeito no surf

Surf e machismo é um tema polêmico e necessário. Necessário especialmente pois não são raros os relatos de mulheres que sofrem preconceito no outside. O preconceito as vezes se manifesta de maneira muda, uma rabeada, uma encarada feia durante a remada, por muitas vezes justificada com desculpas ruins: “achei que você não ia entrar naquela …

Livre Surf

Surf e machismo é um tema polêmico e necessário. Necessário especialmente pois não são raros os relatos de mulheres que sofrem preconceito no outside.

O preconceito as vezes se manifesta de maneira muda, uma rabeada, uma encarada feia durante a remada, por muitas vezes justificada com desculpas ruins: “achei que você não ia entrar naquela onda…”.

Outras vezes, o preconceito assume voz, em piadas ou cantadas para cima de mulheres que estão ali para serem felizes naquilo que amam: surfar.

São por estes motivos, que diariamente, enquanto homens, temos que nos policiar, em nossas falas e publicações para não propagar atitudes machistas.

Mas não é sempre assim…

Surf Girls Guaruja

Um grupo de mulheres surfistas do Guaruja postou esta semana um manifesto defendendo a sua paixão pelo surf (leia ao final do texto o manifesto da Surf Girls Guaruja na integra):

Surf Girls Guaruja

Surf Girls Guaruja

Livre Surf
Surf Girls Guaruja

A postagem, criada pelo pessoal da @D.Beach não surgiu do nada, ela é a resposta de um grupo de mulheres a um vídeo que elas consideraram ofensivo.

Objetificação

Um shaper de Florianópolis de relevância, postou no perfil de sua empresa um vídeo explicando detalhes sobre as rabetas de pranchas de surf.

Mas bem no início do vídeo, é feita uma relação entre as rabetas das pranchas de surf e o corpo feminino. Como se percebe na sobreposição do vídeo mostrada na imagem abaixo. As legendas da própria postagem reforçam a relação.

S

S

Livre Surf

O vídeo ficou pouco tempo no ar, e logo foi excluído por denúncias no Instagram.

Uma resposta a altura

A LivreSurf conversou com uma das mulheres do Surf Girls Guaruja, a Dani.

Na conversa, ela ressaltou que o objetivo delas ao fazer a postagem do manifesto não era fazer mal ou prejudicar ninguém, mas exigir o respeito que elas merecem.

Leia o manifesto escrito por elas:

Somos um grupo de mulheres apaixonadas pelo Surf.
Crescemos a cada dia e buscamos o bem estar, equilíbrio e harmonia. Mais do que paixão, buscamos respeito, todos os tipos de respeito.
Nós dizemos: “O meu corpo é vivo e não um objeto”.
Vivemos em uma sociedade na qual o corpo da mulher ainda é visto como objeto.

E viemos aqui para mostrar a nossa “paixão nacional”:

O surfe!

Um esporte que nos liberta, nos faz evoluir, nos conecta com a natureza, nos desafia e nos une! A mulher, o corpo da mulher, o feminino, a femea, seja qual for o tom, a mulher traz arte e busca a sintonia com outras mulheres no mar, há a conexão no sorriso, como em uma música, ao entoarmos em uma onda, deslizando pelo mar. Seja a mulher, alta, baixa, gorda, magra, seja qual for a sua identidade sexual, todas elas são a alegria da tríade: ela, o mar e a prancha.

A maioria de nós não é atleta profissional, não vive do esporte, mas se esforça muito para estar no mar, seja em um bate volta, seja em uma surf trip, o que queremos é o prazer que o surf nos dá…

A mulher no surf, tem os desafios de seu dia a dia… ou coloca a sua paixão no horário do almoço, no intervalo, ou na zero hora, o que importa é fazer a sua queda, pois isso nos traz o colorido e o sorriso em nossas vidas.

Viemos aqui para mostrar como somos! Somos o suave sorriso no surf!

Queremos mostrar nossa paixão!

Essa foto representa a conexão, a união do surf feminino contra os comentários machistas.
Somos várias surfistas espalhadas pelas ondas do Brasil e queremos deixar o mar sorrindo e levar esta felicidade para casa…

O nosso tom é o surf, com o feminino avançando pelo mar…

A LivreSurf tentou contato com o shaper da Arenque Surfboards durante o dia, mas até o fechamento da matéria não obteve uma nota escrita.

Como isso descaracterizaria o trabalho jornalístico, optamos por deixar o espaço aberto e no caso dele nos enviar uma nota atualizaremos a matéria com a transcrição na íntegra.

#EstamosNaTorcida

Últimas