Está para começar o show no MEO Rip Curl Pro Portugal

A penúltima etapa do Circuito Mundial de surf abre a janela de disputa na manhã desta quarta-feira, em Peniche, Portugal. A definição do campeão mundial está próxima, na mídia especializada, inclusive por aqui, contas e mais contas tentam mensurar as possibilidades de Gabriel Medina se tornar campeão antes da etapa do Hawaii. Mas as possibilidades …

A penúltima etapa do Circuito Mundial de surf abre a janela de disputa na manhã desta quarta-feira, em Peniche, Portugal.

A definição do campeão mundial está próxima, na mídia especializada, inclusive por aqui, contas e mais contas tentam mensurar as possibilidades de Gabriel Medina se tornar campeão antes da etapa do Hawaii.

Mas as possibilidades são poucas, por outro lado, só um tropeço muito grande em Pipemasters pode evitar que Medina seja tricampeão mundial.

Livre Surf

Livre Surf

Livre Surf
Está para começar o show no MEO Rip Curl Pro Portugal

As baterias já saíram e mais uma vez o Brasil chega ao final do ano com várias possibilidades, com três brasileiros na briga pelo título da temporada e pelas duas vagas na Olimpíada de Tóquio 2020.

Por falar em baterias, Italo Ferreira o quarto lugar no ranking, está na bateria 3, contra Yago Dora e o surfista português Frederico Morais.

Já, Filipe Toledo, segundo lugar na disputa e atualmente em posição para conquistar a vaga olímpica, vai contra Ezequiel Lau e Vasco Ribeiro, wildcard local.

Por fim, o lycra amarela, bicampeão mundial Gabriel Medina, enfrenta no seeding round o francês Joan Duru e Miguel Blanco.

Livre Surf

Livre Surf

Livre Surf
GABRIEL MEDINA

Nos próximos dias, acompanharemos a briga do número um do mundo, o nosso bicampeão mundial Gabriel Medina que é o único que pode se sagrar-se campeão por antecipação do circuito mundial embora isso dependa de uma série de fatores.

Livre Surf

Livre Surf

Livre Surf
FILIPE TOLEDO

Poderemos ver também Filipe Toledo, que ainda está se recuperando de uma lesão nas costas, que tem transformado as últimas etapas do tour mundial de surf em uma luta contra os limites de seu próprio corpo.

Filipe é o vice líder e é o surfista com melhores chances de levar a decisão para a última etapa, no Hawaíi.

Italo Ferreira

E seguiremos Ítalo Ferreira, cujo sobrenome pode ser superação.

Ele ressurgiu nessa corrida pelo título depois que foi vice na França e vem embalado para defender o título em Portugal.

Além deles temos Jordy Smith e Kolohe Andino entre os 5 melhores colocados na disputa.

Clique aqui e saiba o que Medina precisa para ter o Tricampeonato em Portugal.

Wildcards da disputa.

A WSL já divulgou os wildcards da disputa e são eles o americano Crosby Colapinto e os portugueses Frederico Morais, Vasco Ribeiro e Miguel Blanco.

Crosby Colapinto venceu em Peniche os trials do Meo Rip Curl Pro Portugal em condições exigentes com ondas de um metro e meio e muito vento, estando assim confirmado para competir na próxima etapa do Championship Tour

Crosby Colapinto

Crosby Colapinto

Livre Surf
Crosby Colapinto

Vasco Ribeiro, é o atual 67º classificado no ranking mundial de qualificação da World Surf League e anunciou ontem no seu próprio Instagram que a WSL lhe concedeu um lugar na décima etapa do circuito mundial de qualificação que começa amanhã dia 16 de Outubro em Super Tubos, Peniche – Portugal.

Post em sua rede Social:

O bicampeão nacional em títulos da Liga MEO Surf, Miguel Blanco, foi premiado com um wildcard por parte do MEO para competir frente aos melhores surfistas do Mundo no MEO Rip Curl Pro Portugal.

Miguel Blanco

Miguel Blanco

Livre Surf
Miguel Blanco

O português Frederico Morais foi o primeiro a receber o ‘wildcard’ da WSL ele que é atual sexto do ranking de qualificação e volta a competir na 10.ª e penúltima etapa do circuito, é a sexta vez que compete está etapa, sendo que em 2018 não precisou de um convite, uma vez que estava na elite da modalidade.

O melhor resultado do surfista cascalense na Praia de Supertubos aconteceu em 2015, quando foi eliminado pelo norte-americano Brett Simpson, nas quartos de final, terminando a prova no quinto lugar.

Post de Frederico Morais hoje: Abaixo as baterias da décima etapa do tour mundial

E a LivreSurf torce para que um de nossos brasileiros seja o grande campeão

#estamosnatorcida