Brasileiros avançam no QS 5.000 Pro Taghazout Bay

Começou hoje com alto nível de surf o QS 5.000 Pro Taghazout Bay em Marrocos e alguns de nossos brasileiros avançaram. Brasileiros avançam no QS 5.000 Pro Taghazout Bay A World Surf League introduziu um novo nível de competição na Qualifying Series em 2020, com a Challenger Series sendo o evento mais importante antes da …

Começou hoje com alto nível de surf o QS 5.000 Pro Taghazout Bay em Marrocos e alguns de nossos brasileiros avançaram.

Livre Surf

Livre Surf

Livre Surf
Brasileiros avançam no QS 5.000 Pro Taghazout Bay

A World Surf League introduziu um novo nível de competição na Qualifying Series em 2020, com a Challenger Series sendo o evento mais importante antes da elite mundial, e os segundos eventos com maior pontuação são os QS5.000, que incluem o Pro Taghazout Bay que é um evento extremamente importante no processo de classificação para os surfistas que desejam alcançar o nível do Championship Tour na temporada seguinte.

E a primeira edição de um QS 5.000 no Marrocos o Pro Taghazout Bay começou hoje com pequenas ondas para direita, e show de surf em algumas baterias.

O primeiro brasileiro a cair na água foi Robson Santos na bateria 1, contra o americano Ryland Rubens e o japonês Hiroya Miwa.

Robson Santos

Ryland pegou as melhores ondas, conseguiu desenhar uma linha e avançar na primeira colocação, nosso brasileiro Robson Santos avançou na segunda colocação, conseguiu fazer boas manobras, utilizar a borda de sua prancha, porém as ondas que pegou eram bem difíceis de surfar e aparentemente pequena, por este fato não teve nenhuma grande nota mais avançou na segunda colocação eliminando o japonês Hiroya que teve apenas uma onda legal, mas não conseguiu fazer uma segunda nota consistente, assim sendo eliminado da disputa.

A segunda bateria foi a vez de nossos brasileiros Renan Pulga e Caina Souza se apresentarem na água contra o japonês Yuri Ogasawara e o atleta local de Marrocos Soufiane Charoub.

Livre Surf

Livre Surf

Livre Surf
Renan Pulga

Renan Pulga avançou na primeira colocação, mandando várias manobras aéreas e detonando durante a bateria toda, conseguindo até uma nota excelente dos juízes, o japonês Yuri também fez grandes manobras e avançou na segunda colocação.

Livre Surf

Livre Surf

Livre Surf
Renan Pulga

Infelizmente Caina acabou na terceira colocação não avançando, pegou umas ondas até legais mas seus adversários conseguiram superá-lo e o atleta local de Marrocos Soufiane Charoub terminou em quarto, também dando adeus a disputa.

A quarta bateria tivemos a eliminação do brasileiro Fernando Junior, que arriscou boas manobras e acabou não completando, conseguiu apenas duas notas intermediarias, terminando em quarto na bateria.

O evento parou na bateria de número 16 do round 1, provavelmente dará continuidade amanhã, os atletas brasileiros que ainda não se apresentaram no primeiro round são; Rafael Teixeira bateria e Eduardo Motta,

No round 2 os atletas que estreiam na competição são; Lucas Silveira, Bino Lopes, Thiago Camarão, Willian Cardoso e Victor Bernardo.

E a LivreSurf torce para que um de nossos brasileiros seja o grande campeão.

#estamosnatorcida