Esportes Lutador de MMA morre após nocaute relâmpago em torneio de boxe sem luvas

Lutador de MMA morre após nocaute relâmpago em torneio de boxe sem luvas

O que era para ser o início de um novo ciclo terminou em tragédia nos Estados Unidos. Justin Thornton, veterano dos pesos-pesados do MMA de 38 anos, morreu após ficar mais de um mês internado depois de ser nocauteado no 1º round de sua luta no Bare Knuckle Fighting Championship (BKFC), torneio de boxe sem luvas no qual fazia sua estreia. A informação foi divulgada nesta segunda-feira por Dave Feldman, presidente da competição.

"Ficamos muito tristes ao sermos comunicados da morte de um de nossos lutadores, Justin Thornton, que competiu no BKFC 20", declarou Feldman. "Nós nos juntamos ao resto da comunidade de esportes de combate para enviar nossas mais profundas condolências à sua família e entes queridos", completou.

A primeira e única vez de Thornton no ringue do BKFC aconteceu no dia 20 de agosto, durante a 20ª edição do torneio, realizada no Mississippi. Ele foi derrotado por Dillon Cleckler com apenas 19 segundos de luta, recebendo um feroz cruzado de esquerda na altura do queixo e desabando logo em seguida e batendo com a cabeça na lona.

O lutador foi hospitalizado logo após o duelo. De acordo com o site americano MMAFighting.com, especializado na cobertura de artes marciais, relatórios médicos apontam que Thornton estava com o corpo parcialmente paralisado no momento do atendimento, indicando um possível AVC. Durante a internação, ele também sofreu uma infecção na medula espinhal, o que dificultou o processo de recuperação.

Justin Thornton sai de cena com um cartel de seis vitórias e 18 derrotas. Em sua carreira, competiu em diversos campeonatos regionais contra vários nomes conhecidos, incluindo os pesos pesados Chase Sherman e Walt Harris - dupla que hoje faz parte do UFC - bem como os veteranos da Contender Series Michael Lombardo e Austen Lane.

Últimas