Lugano revela desejo de trazer Cavani: "Antes do Boca, vem comigo ao São Paulo"

Com o futuro indefinido e sondado por vários clubes, o atacante Edinson Cavani entrou na mira de mais um time: o São Paulo. Segundo Diego Lugano, ex-companheiro do atacante na seleção uruguaia, o jogador vai vestir a camisa da equipe tricolor.

Em entrevista à rádio argentina Club Octubre, Lugano colocou o São Paulo como mais um postulante a contratar Cavani, que tem contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho deste ano.

"Antes de ir ao Boca (Juniors, da Argentina), vai vir comigo ao São Paulo", afirmou o superintendente de relações institucionais do clube paulista. "Venho falando isso há muito tempo", completou.

Cavani e Lugano foram companheiros na seleção do Uruguai por vários anos. Os dois jogaram as Copas do Mundo de 2010 e 2014 e são amigos. Daniel Alves é outro são-paulino que também já atuou com o atacante uruguaio. Eles foram colegas no PSG.

Há outros clubes no Brasil interessados em Cavani além do São Paulo. Segundo revelou no início deste mês o empresário do jogador, Walter Guglielmone, Palmeiras, Flamengo e Inter sondaram o atacante. Antes, o Corinthians também havia admitido que chegou a buscar informações sobre o artilheiro, e, na América do Sul, o Peñarol, do Uruguai, também foi apontado como possível destino do atleta.

A contratação de Cavani por algum clube brasileiro é complicada em razão do alto salário do jogador de 33 anos, o que faz os times europeus saírem na frente na disputa. Segundo disse a mãe do uruguaio, Berta Gómez, ao jornal El País, o desejo do filho é continuar na Europa e atuar na Espanha.

Cavani passa a quarentena em sua casa na cidade de Salto, interior do Uruguai. O jogador atuou pouco nesta temporada por conta de lesões e também por opção do técnico Thomas Tuchel. Ele participou de 14 jogos e anotou quatro gols.