Willian ajuda Palmeiras com feito inédito em sua carreira na Série A

Além de ter sido pivô do lance polêmico do jogo, atacante marcou o gol do empate diante do Inter, nesse domingo, no Beira-Rio, e alcançou sequência inédita em nove anos na elite

Lance

Lance

Lance

Willian saiu do banco, no Beira-Rio, para ser o nome da partida. Acabou envolvido no polêmico lance na a anulação do gol, que seria o da virada. Mas foi também do atacante a finalização certeira do Palmeiras no empate por 1 a 1, fazendo com que o camisa 29 atingisse um feito inédito na carreira: balançar as redes em três rodadas consecutivas na Série A do Campeonato Brasileiro.

O jogador de 32 anos disputou todas as edições da elite do futebol nacional desde 2011 - mesmo quando defendeu o Metalist, da Ucrânia, entre 2012 e 2013, jogou rodadas do torneio. Possui quatro títulos, em 2011, pelo Corinthians, 2013 e 2014, no Cruzeiro, e no ano passado, no Verdão, sempre com destaque. Mas nunca com tamanha sequência artilheira.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Willian deixou sua marca na vitória por 1 a 0 sobre o Fortaleza, no dia 22, no Ceará, voltou a balançar as redes na quinta-feira passada, na goleada por 6 a 2 sobre o CSA, no Pacaembu, e, depois de passar o primeiro tempo no banco de reservas por desgaste, entrou no intervalo para fechar o placar no Beira-Rio.

Apesar de ser inédito na Série A, não foi a primeira vez que o jogador atingiu essa sequência no Palmeiras. No Campeonato Paulista do ano passado, fez gol nas duas partidas diante do Novorizontino, pelas quartas de final (3 a 0 fora de casa, 5 a 0 em casa) e no confronto de ida das semifinais, definindo o 1 a 0 sobre o Santos, no Pacaembu.

Na carreira, Willian tem outra trinca em partidas consecutivas que disputou. Pelo Cruzeiro, em 2014, balançou as redes nos dois duelos diante do Santos pelas semifinais da Copa do Brasil (1 a 0 em casa e 3 a 3 na Vila Belmiro, quando fez dois gols) e, logo depois, em vitória por 3 a 1 sobre o Criciúma, como mandante, pelo Brasileiro que ele conquistaria com o clube mineiro.

A sequência atual ainda serve para o atacante comprovar sua completa recuperação da cirurgia no joelho direito, que o impediu de atuar no primeiro semestre. Desde que voltou, foram 16 partidas e quatro gols, todos com Mano Menezes - fez na estreia do técnico, empatando o jogo na vitória por 2 a 1 sobre o Goiás. Nos seis jogos sob o comando do treinador, somente o centroavante Luiz Adriano balançou mais as redes (cinco).

Os feitos recentes ainda marcam o nome de Willian na história do clube. O atacante chegou a 38 gols, igualando-se a Diego Souza na quinta posição entre os artilheiros do século - estão à frente Kleber Gladiador (39), Valdivia (41), Vagner Love (54) e Dudu (64). Entre os maiores goleadores de todos os tempos do Palmeiras, Willian subiu para o 75º lugar, ao lado de Diego Souza (meia dos anos 2000), Moacir (anos 50) e Viola (anos 90). Ainda virou segundo maior goleador do clube no Brasileiro por pontos corridos (21, abaixo dos 37 de Dudu) e do elenco atual (38, abaixo dos 64 de Dudu).