Lance Wilander: 'Federer desistiu de Roland Garros para não perder de Djokovic'

Wilander: 'Federer desistiu de Roland Garros para não perder de Djokovic'

Ex-número 1 do mundo vê  campanha do suíço em Paris como mais que satisfatória

Lance
Lance

Lance

Lance

O ex-número 1 do mundo e comentarista dos canais Eurosport, Mats Wilander, concedeu uma entrevista ao blog espanhol Punto de Break para falar sobre a campanha e decisão de abandonar Roland Garros, por parte do suíço Roger Federer.

Wilander começou ressaltando a forma como o suíço sacou "incrivelmente bem" durante toda a sua campanha, mesmo com poucos jogos disputados no ano. "Ele precisa de seu saque, talvez não em Roland Garros, mas em Wimbledon".

O comentarista sueco que o que mais surpreendeu em Federer em Paris foi: "Sua capacidade de jogar até além da meia noite, sem público, diante de um rival motivado, jogando muito bem e canhoto".



para o ex-tenista, dono de sete títulos do Grand Slam, sendo três deles em Roland Garros, foi questionado se lo lugar do suíço teria abandonado o torneio já nas oitavas de final:

"Eu não teria me retirado porque teria mais opções em Roland Garros. Em Wimbledon, acho que não teria nenhum (risos)", iniciou ele que teve como melhor campanha na grama de Wimbledon quartas de fina. "Sim, acho que se tomou uma boa decisão. Acho que ele teria opções contra [Matteo] Berrettini. Mas é claro, então ele poderia ter encontrado [Novak] Djokovic e poderia ser que o sérvio o tivesse derrotado de forma acachapante e antes de Wimbledon, ele não queria isso", pontuou.

"Ele veio para Roland Garros, não com a ideia de vencer, mas com a ideia de jogar vários jogos. Ele deve ter ganhado mais do que esperava. Mas é claro, o que ele deveria ter feito? Se retirar quando teve um match point? Ele não jogou Roma, não jogou Madri. Ele precisava de uma vitória! O que ele fez está bom para mim", concluiu.

Últimas