Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Suécia segura Estados Unidos sem gols, vence com VAR nos pênaltis e avança para as quartas da Copa do Mundo Feminina

Cobrança decisiva de Lina Hurtig passou no limite da linha e sacramentou a eliminação de um pouco convincente time norte...

Lance

Lance|Do R7


Lance
Lance

Na manhã deste domingo, a Suécia eliminou os Estados Unidos nas oitavas de final da Copa do Mundo Feminina. Em jogo truncado no Retangular de Melbourne, as europeias contaram com um dia iluminado da goleira Musovic para segurar um empate em 0 a 0 no tempo normal e vencer nos pênaltis, já na fase de cobranças alternadas. A cobrança decisiva, de Lina Hurtig, teve intervenção do VAR e passou no limite da linha para carimbar o passaporte da equipe na próxima fase.

+ Confira todas as informações da Copa do Mundo Feminina

Com o resultado, as europeias garantiram vaga nas quartas de final e têm pela frente o Japão, um dos melhores times da fase de grupos que eliminou a Noruega no último sábado. Já os EUA, mesmo com grande favoritismo, ficam pelo caminho em jogo de aposentadoria da craque Megan Rapinoe, que desperdiçou um dos pênaltis.

+ Torça pela nossa Seleção Feminina com camisas a partir de R$29,90

Publicidade

Veja os cinco principais lances do confronto

!NOS CÉUS AUSTRALIANOS! A bola aérea sueca, conhecida por ser uma das grandes forças da equipe, quase surtiu efeito aos 22 minutos. Kosovare Asllani bateu escanteio pelo lado esquerdo de ataque fechado. A bola tinha a direção do gol, mas Alyssa Naeher voou e conseguiu afastar de soco, evitando o gol.

Publicidade

!POSTE SALVADOR! Aos 33 minutos, as europeias quase provaram do próprio veneno. Em escanteio para os EUA, Andi Sullivan cobrou no meio da confusão e a camisa 10, Lindsey Horas, subiu mais alto que a defesa para testar forte, mas parou no travessão.

!CARA A CARA! Os EUA voltaram a levar perigo na segunda etapa. Aos 16 minutos, em bola viajada pra a área, Rodman acertou pela casquinha e deixou Sophia Smith livre. A jovem craque estadunidense adiantou demais no domínio e acabou chutando em cima de Musovic, que fechou o ângulo e salvou as suecas.

!O NOME DO JOGO! Na prorrogação, Musovic voltou a brilhar. Primeiro, em lançamento recebido por Alex Morgan, que dominou, adiantou na área e bateu para grande intervenção da arqueira. Depois, em recuperação de Sophia Smith no meio, acionando Lynn Williams, que bateu forte e rasteiro, mas para uma linda defesa da goleira.

!COM DIREITO A VAR! Já nos pênaltis alternados, a Suécia se consagrou. Kelley O'Hara, na sétima cobrança estadunidense, bateu na trave. Cabia a Lina Hurtig marcar para fechar o jogo. A cobrança saiu no lado canhoto e Naeher foi buscar, mas a bola foi para trás. A arqueira esticou o braço e tirou. A revisão das linhas no árbitro de vídeo mostrou que a bola ultrapassou a linha no limite completo, garantindo a classificação sueca.

Como foi o primeiro tempo?

A primeira etapa foi de um grande domínio dos Estados Unidos, que usava da habilidade de suas jogadoras para levar perigo. A Suécia usava dos contra-ataques em seu jogo, sua estratégia, e ainda tinha a bola parada ao seu favor, quase marcando com Asllani em cobrança de escanteio. Os EUA colocaram uma bola no travessão com Horan, de cabeça, mas não tiraram o zero do placar.

E a segunda etapa?

Jogando sem a bola, as suecas corriam mais, e consequentemente, cansavam mais. Ainda assim, o contra-ataque era a principal arma, mas sem levar muito perigo com uma defesa bem-postada de Vlatko Andonovski. As estadunidenses também tiveram dificuldade na criação e esbarraram em uma atuação sensacional de Musovic para levar o jogo à prorrogação.

Como se deu a prorrogação?

Os 30 minutos adicionais foram somente dos EUA. A Suécia já não aguentava mais correr pra o contragolpe e optou por retrancar completamente, evitando o perigo das norte-americanas. Ainda assim, um time muito bom criava e levava perigo, mas Musovic parou Alex Morgan e Lynn Williams para mandar o jogo para as penalidades.

Loucura nos pênaltis!

As equipes começaram convertendo suas cobranças, mas não demorou muito e na terceira sueca, Bjorn desperdiçou a batida com 3 a 2 no placar para os EUA. Rapinoe, Blomqvist e Smith também desperdiçaram as cobranças e Bennison, na última, cobrou com estilo para garantir as alternadas. A goleira Naeher converteu e Eriksson empatou o duelo. Na sétima cobrança, O'Hara acertou caprichosamente a trave e Hurtig, com ajuda das linhas, garantiu as suecas nas quartas de final.

Como ficou a situação das equipes?

Os EUA, em uma Copa do Mundo muito instável, dão adeus à competição. Já a Suécia carimbou o passaporte para as quartas de final e enfrentará o Japão, que vem jogando em alto nível e passou pela Noruega nas oitavas.

+ Com emoção! Japão sofre susto, mas bate Noruega e garante vaga nas quartas de final da Copa do Mundo Feminina

FICHA TÉCNICA

Suécia 0(5)x(4)0 Estados Unidos

Data e horário: domingo, 6 de agosto de 2023, às 6h (de Brasília)

Local: Estádio Retangular, em Melbourne (AUS)

Arbitragem: Stéphanie Frappart (árbitra); Manuela Nicolosi e Elodie Coppola (auxiliares); Casey Reibelt (quarta árbitra); Massimiliano Irrati e Tatiana Guzman (VAR)

Público: 27.706 presentes

Cartões amarelos: Kosovare Asllani (SUE); Julie Ertz (EUA)

Gols: -

Pênaltis convertidos: Fridolina Rolfo, Elin Rubensson, Hanna Bennison, Magdalena Eriksson e Lina Hurtig (SUE); Andi Sullivan, Lindsey Horan, Kristie Lewis e Alyssa Naeher (EUA)

Pênaltis perdidos: Nathalie Bjorn e Rebecka Blomqvist (SUE); Megan Rapinoe, Sophia Smith e Kelley O'Hara (EUA)

SUÉCIA (Técnico: Peter Gerhardsson)

Zecira Musovic; Nathalie Bjorn, Amanda Ilestedt, Magdalena Eriksson e Jonna Andersson; Filippa Angeldahl (Hanna Bennison) e Elin Rubensson; Rytting Kaneryd (Sofia Jakobsson), Kosovare Asllani (Lina Hurtig) e Fridolina Rolfo; Stina Blackstenius (Rebecka Blomqvist)

ESTADOS UNIDOS (Técnico: Vlatko Andonovski)

Alyssa Naeher; Emily Fox (Kelley O'Hara), Naomi Girma, Julie Ertz e Crystal Dunn; Emily Sonnett (Kristie Mews), Andi Sullivan e Lindsey Horan; Trinity Rodman (Lynn Williams), Sophia Smith e Alex Morgan (Megan Rapinoe)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.