Lance Sem tempo para lamentar, Avaí vista em Ponta Grossa o Operário-PR

Sem tempo para lamentar, Avaí vista em Ponta Grossa o Operário-PR

Depois de derrota para o lanterna da Série B, Azzurra precisa de vitória contra equipe que joga por aproximação da parte alta da tabela

Lance
Lance

Lance

Lance

Depois de uma absolutamente inesperada derrota em casa para o Oeste por 3 a 0, o Avaí não teve muito tempo para análises ou mesmo qualquer tipo de "lamentação" pela partida abaixo da crítica.

Isso porque, três dias depois, a equipe do técnico Geninho precisa mostrar seu poder de reação fora de casa visitando o Operário-PR nessa quinta-feira (3) às 21h30 no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa.

E a partida ganha tom ainda mais importante quando se analisa o fato de que, para o Fantasma, vencer significa estar mais próximo do pelotão mais elevado na classificação da Série B de quem briga pela entrada no G4. Nesse momento, o Operário tem 33 pontos (oito abaixo do quarto colocado, o Juventude) e em 12° lugar.

Para o Leão da Ressacada, oitavo com 36 unidades, as ausências no compromisso que ocorrerá no interior do Paraná ficarão por conta do lateral João Lucas e do meio-campista Ralf, ambos machucados. Por outro lado, a equipe não tem mais nenhum nome infectado pela Covid-19, situação que faz o lateral Edílson retornar a lista de opções.

Dos nomes que estiveram na relação de problemas do técnico Matheus Costa, o Fantasma tem as voltas de três peças: os suspensos Thomaz e Tomás Bastos (ambos fora pelos cartões amarelos contra o Brasil de Pelotas) além de Douglas Coutinho, artilheiro da equipe no ano e recuperação da infecção pelo novo coronavírus.

Últimas