Lance Sánchez comanda e Rodrygo mostra que não pode ser reserva no Santos

Sánchez comanda e Rodrygo mostra que não pode ser reserva no Santos

Meia uruguaio marcou dois gols na classificação do Peixe em cima do Atlético-GO; Raio fez um e criou oportunidades pelos lados do ataque

Meia uruguaio marcou dois gols na classificação do Peixe em cima do Atlético-GO, nesta quinta, na Vila. Raio fez um e criou oportunidades pelos lados do ataque

Rodrygo  marcou um golaço na vitória santista

Rodrygo marcou um golaço na vitória santista

Lance

O atacante Rodrygo e o meia Carlos Sánchez foram os destaques da classificação do Santos contra o Atlético-GO, nesta quinta-feira (11), na Vila Belmiro. O Peixe venceu o Dragão por 2 a 0.

Rodrygo voltou a ser titular no Santos e mostrou que não deve ser reserva até se transferir para o Real Madrid-ESP. O Raio criou oportunidades, se movimentou pelos lados e marcou um belo gol no segundo tempo. Com seus dribles, o Peixe sempre ganha vantagem no ataque.

Leia também: Na cal! Em 4 meses de temporada, Santos só teve um pênalti a favor

O uruguaio Carlos Sánchez foi, mais uma vez, aquele jogador que comandou o meio-campo santista. É válido escrever que ele também é a alma do time. Ao marcar o primeiro gol, comemorou como se fosse uma final.

No gol de Rodrygo, Sánchez roubou a bola e organizou o ataque. Ele tocou para Jean Mota cruzar e o Raio marcar um golaço. O Santos, mais uma vez, pressionou o adversário, criou 21 chances e mereceu do início ao fim a classificação para a quarta fase da Copa do Brasil.

Veja mais: Jorge Sampaoli vê 'atuação linda' e diz que não abrirá mão de ideais

Vale um destaque para o primeiro tempo de Soteldo. O venezuelano, que não vinha correspondendo ao investimento do começo do ano, fez uma boa apresentação nos 45 minutos iniciais. Driblou, criou jogadas de efeito e também ajudou Diego Pituca na defesa.

Confira o aproveitamento dos 20 clubes da Série A na temporada

O peruano Cueva foi o destaque negativo da classificação. O meia entrou no lugar de Alison, mas foi expulso injustamente segundos antes da partida terminar. Mesmo assim, o camisa 8 anda em débito com o torcedor e a diretoria santista.

Embora tenha se classificado, o Santos terá duas semanas para se preparar até o início do Campeonato Brasileiro, quando enfrenta o Grêmio, no próximo dia 28, no Rio Grande do Sul. Rodrygo já mostrou os motivos de ser titular contra a equipe gaúcha.

Pelé internado: Rei do Futebol convive com problemas de saúde