Lance Recuperado da Covid-19, Matheus Mattos vai em busca de sua primeira vitória no Bellator: “estou na minha melhor forma”

Recuperado da Covid-19, Matheus Mattos vai em busca de sua primeira vitória no Bellator: “estou na minha melhor forma”

Pupilo dos irmãos Pitbull, que contraiu o Coronavírus em maio, luta nesta sexta-feira (16) contra Cee Jay Hamilton pelo Bellator 262

Lance
Lance

Lance

Lance

Matheus Mattos estava pronto para fazer a sua segunda luta pelo Bellator em maio deste ano quando testou positivo para o novo Coronavírus e teve o seu combate contra Brett Johns pelo Bellator 254 cancelado. Recuperado da Covid-19, o atleta da Pitbull Brothers teve nova luta marcada para esta sexta-feira (16), quando enfrentará Cee Jay Hamilton pelo Bellator 262, que será realizado em Connecticut, nos Estados Unidos. O peso-galo, que acabou derrotado em sua estreia na organização, está na expectativa de conquistar a sua primeira vitória no cage circular mais famoso do mundo.

“Meus treinos foram ótimos do começo ao fim. Logo após a minha estreia, em dezembro, eu voltei ao ritmo que estava precisando, mas, infelizmente, contrai o Covid-19 dias antes da viagem. Então, acabou que foram dois camps inteiros para esta luta. Consegui me manter treinando sem parar e sinto que estou na minha melhor forma e pronto para sair vitorioso dessa luta”, contou o lutador de Araruama, município do Estado do Rio de Janeiro, que atualmente mora em Natal, no Rio Grande do Norte, e treina com os irmãos Patricky e Patrício Pitbull.

Esta será a segunda luta de Matheus Mattos no Bellator. Em seu debute na organização, em dezembro do ano passado, ele acabou derrotado pelo russo Magomed Magomedov por decisão unânime dos juízes. Desde cedo apontado como uma das grandes promessas da categoria peso-galo, o brasileiro, que possui um cartel com 12 vitórias, duas derrotas e um empate, diz que chega para essa luta pressionado, mas garante estar blindado mentalmente para sair com um resultado positivo.

“Com certeza me sinto pressionado para essa luta, mas não de um jeito ruim. Eu sempre tirei as melhores lições em minhas derrotas e sempre voltei renovado e motivado. Tenho certeza que essa luta será diferente da primeira, pois estou blindado mentalmente e com mais ritmo de luta. O caminho é fazer o que eu sempre fiz, buscar o nocaute e a finalização a todo momento. Sei que o Cee Jay Hamilton venceu a maioria das lutas dele por decisão, mas se ele acha que vai me segurar desta vez, ele está muito enganado. Estou muito confiante a vitória”, concluiu.

Últimas