Lance Palmeiras apresenta 'pacotão' de reforços do time feminino para 2022

Palmeiras apresenta 'pacotão' de reforços do time feminino para 2022

Seis das sete palestrinas que reforçam o Verdão nesta temporada foram apresentadas na última quinta-feira. A goleira Amanda testou positivo para Covid-19 e ficou ausente

Lance
Lance

Lance

Lance

Na última quinta-feira, o Palmeiras apresentou seis dos sete reforços para a equipe feminina em 2022. São eles: A zagueira Day Silva, as meio-campistas Andressinha e Sâmia Pryscilla e as atacantes Bia Zaneratto, Byanca Brasil e Patrícia Sochor A goleira Amanda testou positivo para Covid-19 e não pôde comparecer. Todas elas foram recepcionadas pelo diretor executivo da modalidade, Alberto Simão, e falaram juntas em entrevista coletiva.

Além das novas chegadas, o Palmeiras renovou com 20 atletas, foram elas: as goleiras Awanny e Jully; as zagueiras Agustina, Carolzinha e Thais; as laterais-direitas Bruna Calderan e Evelin; a lateral-esquerda Manu; as meio-campistas Ana Clara, Ary Borges, Camilinha, Dóroty, Duda Santos, Julia Bianchi, Juliana, Katrine; e as atacantes Carol Rodrigues, Chú, Giovana e Ottilia.

Andressinha
Com uma lista extensa de títulos e de convocações, a gaúcha Andressinha chega ao Palmeiras após disputar duas Copas do Mundo (Alemanha/2015 e França/2019) e os Jogos Olímpicos, no Rio de Janeiro, e em Tóquio.

- Ainda não tive contato pessoalmente com a torcida, mas pelas redes sociais muitas pessoas já me mandaram mensagens, felizes com a minha chegada. Hoje, só penso no que vou construir no Palmeiras - destacou a atacante.

- O Palmeiras já é uma das maiores forças do Brasil. As coisas aqui aconteceram muito rápido, isso é fruto do trabalho de todas as pessoas que estão aqui. Agora é a nossa chance de usufruir disso, de disputar todas as competições e brigar por títulos.

Ficha técnica
Nome: Andressa Cavalari Machry
Idade: 26 anos (01/05/1995)
Local de Nascimento: Roque Gonzales-RS
Número da camisa: 20
Altura: 1,61 m
Pé dominante: direito
Chegada ao Palmeiras: 2022
Clube anterior: Corinthians-SP
Palmeiras total: 0 J / 0 G
Destaque: bicampeã do Brasileiro Feminino (2020 e 2021), bicampeã do Paulista (2020 e 2021), campeã da Copa Libertadores (2021), campeã do Campeonato Amazonense (2017), entre outros títulos com a Seleção Brasileira, como a conquista dos Jogos Pan-Americanos (2015) e o bicampeonato da Copa América (2014 e 2018)

Bia Zaneratto
Em sua terceira passagem pelo Palmeiras, Bia participou de 17 partidas e balançou as redes em 15 oportunidades, além de ter se tornado a maior artilheira do Allianz Parque, com seis tentos. A Imperatriz disputou a primeira fase do Brasileiro Feminino com a camisa alviverde e recebeu os prêmios de artilheira e craque, além de estar presente na Seleção do Brasileiro como melhor atacante. No prêmio Bola de Prata ESPN, a atleta faturou os prêmios de Bola de Ouro e Bola de Prata como uma das melhores atacantes e artilheira do torneio nacional.

- Estou muito feliz por retornar ao clube pela terceira vez, considero que aqui é a minha casa. Espero completar este ano com títulos coletivos, isso é o que o Palmeiras busca. Fico muito feliz pelo reconhecimento da torcida. Isso mostra que estou correspondendo dentro de campo e espero que isso continue. Queria agradecer pelo carinho - afirmou a Imperatriz sobre seu retorno.

- Os reforços são de suma importância. Ter um elenco competitivo faz com que possamos disputar títulos ao longo do ano. Como esse é um ano cheio, os reforços em todos os setores contribuem para o desempenho do time.

Ficha técnica
Nome: Beatriz Zaneratto João
Idade: 28 anos (17/12/1993)
Local de Nascimento: Araraquara-SP
Número da camisa: 10
Pé dominante: esquerdo
Chegada ao Palmeiras: 2021
Clube anterior: Wuhan Xinjiyuan-CHI
Palmeiras total: 17 J / 15 G
Clubes: Wuhan Xinjiyuan (2020/2021), Palmeiras (2020), Incheon Hyundai (2013/2015 a 2019), Vitória das Tabocas (2011/2012/2014), Ferroviária (2008/2009/2011) e Santos (2010)
Destaque: já disputou três Copas do Mundo pela Seleção Brasileira (2011, 2015 e 2019)

Byanca Brasil
Com 26 anos, Byanca é uma das maiores goleadoras do Brasileiro Feminino, com 48 gols na competição. A atacante começou no futsal e se inspira no Falcão. Uma de suas características é a lambreta, marca registrada do ídolo.

- A lambreta é um recurso que tenho. Acho que o drible é a essência do futebol brasileiro. Eu tento não perder isso ao longo dos anos. Se eu tiver oportunidade de fazer no domingo, vou fazer - contou Byanca, questionada sobre a possibilidade de usar o drible no duelo contra o Corinthians pela Supercopa.

- Sei a pressão que é vestir essa camisa, mas tento não levar isso para dentro de campo e exercer minhas funções da melhor maneira possível. Minha principal meta é marcar meu nome no clube com títulos. No final, os gols serão consequências. Com certeza estou com fome de gol.

Ficha técnica
Nome: Byanca Beatriz Alves de Araújo
Idade: 26 anos (23/11/1995)
Local de Nascimento: Rio de Janeiro-RJ
Número da camisa: 12
Altura: 1,72 m
Pé dominante: direito
Chegada ao Palmeiras: 2022
Clube anterior: Santos-SP
Palmeiras total: 0 J / 0 G
Clubes: Santos (2021), Internacional (2020 e 2017), Wuhan Chedu-CHI (2018 e 2019), Internacional (2017), Osasco Audax e Corinthians (2016) e Centro Olímpico-SP (2016 e 2015), Avaí/Kindermann e Osasco Audax (2015), Foz Cataratas (2014 e 2013), Vitória das Tabocas (2014)
Destaque: campeã do Campeonato Gaúcho (2020), da Copa Libertadores (2017) e da Copa do Brasil (2016)

Day Silva
Natural de Varginha, a defensora de 29 anos, campeã do Campeonato Brasileiro de 2016, tem uma carreira consolidada e foi um dos destaques na zaga do Santos na temporada passada.

- Temos meninas que já estão no clube há bastante tempo na minha posição. Em primeiro lugar, a competição é comigo mesma. Eu vou treinar e trabalhar para conquistar o meu espaço, sempre respeitando o momento das meninas que estão jogando. Minhas principais características são a força, a velocidade e os lançamentos - contou.

- O Palmeiras é um dos melhores times do Brasil, fico muito orgulhosa de estar nesse elenco. Eu até me emociono. Perdi minha mãe há pouco tempo, sei que ela estaria muito orgulhosa também. Queria agradecer a minha mãe por tudo.

Ficha técnica
Nome: Daiana Serafim da Silva
Idade: 29 anos (20/10/1992)
Local de Nascimento: Varginha-MG
Número da camisa: 30
Altura: 1,72 m
Pé dominante: esquerdo
Chegada ao Palmeiras: 2022
Clube anterior: Santos-SP
Palmeiras total: 0 J / 0 G
Destaque: campeã do Campeonato Brasileiro (2016) e da Copa Paulista (2020)

Patrícia Sochor
Esta não é a primeira vez que a atacante joga com a camisa alviverde, Sochor já fez parte do futsal feminino do Palmeiras. Decisiva, a atleta já marcou gol em final de Copa Libertadores, que levou a sua ex-equipe, a Ferroviária, a ser campeã da competição, em 2020.

- A experiência conta. Já joguei a Libertadores duas vezes e sei da dificuldade da competição. É uma coisa nova para o Palmeiras, mas acho que vou conseguir ajudar nisso - explicou.

- Posso render mais onde o Hoffmann quiser. Vou trabalhar e dar o meu melhor dentro de campo para ajudar minhas companheiras a conquistar títulos, não importa a posição em que eu jogar - disse a jogadora, que pode atuar como meia-atacante ou centroavante.

- Fui muito bem recebida. Joguei futsal aqui em 2011 e sempre tive muita vontade de voltar. Quero agradecer ao torcedor palmeirense e espero retribuir todo esse amor da torcida - finalizou.

Ficha técnica
Nome: Patrícia da Silva Sochor
Idade: 27 anos (29/03/1994)
Local de Nascimento: Iguatemi-MS
Número da camisa: 29
Altura: 1,70 m
Pé dominante: direito
Chegada ao Palmeiras: 2022
Clube anterior: Ferroviária-SP
Palmeiras total: 0 J / 0 G
Clubes: Ferroviária (2021 e 2020), Santos (2019, 2018 e 2017), SC Huelva (2017), Ferroviária (2016), Centro Olímpico e Osasco Audax (2015),Avaí/Kindermann (2015, 2013 e 2012), Vasco e Comercial-MS (2014)
Destaque: campeã da Copa Libertadores (2020), do Campeonato Paulista (2018) e do Brasileiro Feminino (2017)

Sâmia Pryscila
Apesar de ter nascido em Manaus, Sâmia foi criada em Canutama, no Amazonas, onde iniciou a carreira no futsal, atuando pelo Ninho de Águias, e por isso é conhecida como “Águia da Amazônia”. Experiente, chega ao Verdão após duas temporadas na Ferroviária.

- Sabemos da importância de jogar uma Libertadores. Acredito no potencial de todas as jogadoras que estão conosco. Os times de fora do Brasil jogam duro, são fortes na marcação. Meu papel é passar tranquilidade para as jogadoras com menos experiência na competição - comentou Sâmia sobre a disputa do torneio continental.

Ficha técnica
Nome: Sâmia Pryscila dos Santos Faria
Idade: 35 anos (25/09/1986)
Local de Nascimento: Manaus-AM
Número da camisa: 18
Altura: 1,67 m
Pé dominante: direito
Chegada ao Palmeiras: 2022
Clube anterior: Ferroviária-SP
Palmeiras total: 0 J / 0 G
Clubes: Ferroviária (2021 e 2020), Flamengo (2019), São José (2018, 2017, 2016 e 2015), Iranduba (2016), São Paulo (2015), Avaí/Kindermann (2015, 2014, 2013 e 2012)
Destaque: campeã do Campeonato Amazonense (2016), campeã da Copa do Brasil (2016) e tricampeã do Campeonato Catarinense (2013, 2014 e 2015)

Últimas