Lance Na véspera da final da Copa do Brasil, Abel Ferreira defende Luan: 'Ninguém é perfeito'

Na véspera da final da Copa do Brasil, Abel Ferreira defende Luan: 'Ninguém é perfeito'

Em coletiva, ao defender zagueiro que foi expulso no primeiro jogo da decisão, técnico do Palmeiras afirmou que imprensa é 'muito dramática e cola rótulos aos jogadores'

Lance
Lance

Lance

Lance

O Palmeiras está concentrado em São Paulo para entrar em campo pela última vez na temporada 2020/21, no confronto contra o Grêmio, válido pelo segundo jogo da final da Copa do Brasil. Na véspera do embate, o treinador Abel Ferreira concedeu uma entrevista coletiva, na qual comentou sobre a postura do Verdão na próxima partida.

>> Quais são os 40 clubes com os elencos mais valiosos do Brasil? Veja o ranking

– Cada um olha pra onde quer. Eu prefiro olhar para o que fizemos contra o Libertad e, acima de tudo, olhar para a experiência da equipe neste ano, com o Paulistão, Mundial, Libertadores e de estar, novamente, numa decisão. Para mim, o futebol é muito simples. Eu sei o que acontece fora, como funciona a comunicação social. Tento passar isso para os meus jogadores. Amanhã, temos que ter tranquilidade e calma para atacar nos caminhos certos e temos de ser competitivos. Nossas intenções não mudam. Queríamos competir em todas as competições. No Brasileirão isso não foi possível, ganhamos o Paulistão, disputamos o Mundial e aprendemos, ganhamos a Libertadores, e não fomos a única equipe que sofreu para ganhá-la. A mesma coisa na Copa. Tivemos que eliminar adversários que eliminaram grandes equipes, como o América. Temos de perceber que temos uma responsabilidade individual e coletiva de quem representa este clube. Seja onde for e contra quem for, jogar para vencer.

o treinador comentou sobre a ausência do zagueiro Luan, que foi expulso no primeiro confronto contra o Grêmio.

– O Luan é um grande jogador. Vocês são muito dramáticos, colam rótulos ao jogadores, é inacreditável. Mas temos que viver com isso. Temos que ter equilíbrio. O Luan é alguém que admiramos, que ajudou o Palmeiras, luta para ser melhor. Ninguém é perfeito, mas temos que ter essa vontade de melhorar. Sabemos o quanto que ele queria estar na competição. Estamos aqui para ajudar uns aos outros. É uma pena não ter o Luan à disposição, mas quem entrar amanhã estará, certamente, com vontade de levantar mais um troféu.

A última partida do Alviverde na temporada, a decisão da Copa do Brasil, está marcada para o próximo domingo (07), às 18h (horário de Brasília), contra o Grêmio, no Allianz Parque.

Últimas