Lance Murray comemora boa semana no Masters 1000 de Cincinnati

Murray comemora boa semana no Masters 1000 de Cincinnati

Ex-número, britânico quer voltar à antiga forma após se recuperar de cirurgia no quadril

Lance
Lance

Lance

Lance

Além de ver como positiva sua participação no Masters 1000 de Cincinnati quando venceu em dois sets Richard Gasquet, por 2 sets a 0, dupla parcial de 6/4, Andy Murray também ficou contente com o seu condicionamento físico.

O bicampeão de Wimbledon voltou a disputar uma competição após os Jogos Olímpicos de Tóquio, quando desistiu da chave de simples por sentir um desconforto na coxa. “Meu corpo se sentiu bem. As quadras americanas não são fáceis para o corpo. Fisicamente, eu estava um pouco cansado após longas trocas de bolas, mas em termos de dores e desconforto, meu corpo se sentiu muito bem”, comentou o ex-número 1 do mundo, que por conta de uma longa recuperação por conta de uma cirurgia no quadril aparece hoje apenas como 105० no ranking da ATP.

Apesar de se sentir bem, Murray ainda é receoso para falar sobre suas perspectivas para o futuro. “Se o meu corpo não se sente bem é algo que me influenciará no futuro e se o meu tênis regredir depois de competir por alguns meses, será um outro sinal de as coisas não estão como eu gostaria”, comentou o britânico, que nesta semana ele disputará o ATP 250 de Winston-Salem por ter recebido o convite para disputar a chave principal.

Na primeira rodada, ele enfrentará o australiano Nick Kyrgios, 81० do ranking. Vale lembrar que este torneio será o último antes do início do US Open. O último Grand Slam da temporada não contará com a presença de Rafael Nadal, Roger Federer e Dominic Thiem que se recuperam de lesões.

Últimas