Menino Veron já treina autógrafos e sonha com gols no profissional

Melhor jogador da Copa do Mundo sub-17, atacante virou celebridade na torcida do Palmeiras e deve ser novidade no elenco na próxima temporada

Gabriel Veron durante a decisão do Campeonato Paulista sub-17, na quarta-feira

Gabriel Veron durante a decisão do Campeonato Paulista sub-17, na quarta-feira

Ag. Palmeiras

Gabriel Veron é o novo xodó da torcida do Palmeiras. Eleito melhor da Copa do Mundo sub-17, o meia-atacante jogou três dias depois na final do Paulista da categoria, vencida pelo São Paulo, nos pênaltis. A expectativa, contudo, é de que ele esteja no elenco profissional a partir do ano que vem.

Veja mais: Veja os brasileiros que estão na Europa e você nem lembrava

Destaque desde o sub-15, o garoto de 17 anos de idade tornou-se o principal nome da base alviverde, que já levou 31 títulos em 2019 e quebrou recordes. Pelo pouco tempo desde a volta da seleção e o último jogo pelo Verdão, Veron ainda não foi tietado pessoalmente, apenas viveu o boom nas suas redes sociais. Ele, porém, já está preparado para o assédio nas ruas.

- Estou muito feliz com o que vem acontecendo, só quero agradecer Deus por tudo. Melhores coisas virão ainda. O que mais marcou foi o carinho da torcida, pedindo para ficar e conseguir jogar um pouco no profissional. Isso me deixa feliz - diz o ainda tímido palmeirense.

- Ainda não tive folga, quando cheguei (a São Paulo) já treinei, mas acho que vai acontecer (ser tietado). Estou pronto (para o assédio nas ruas), já treinei autógrafo (risos) - brincou.

Questionado sobre a temporada que vem, Veron ainda aguarda. O Palmeiras tem como diretriz para 2020 abrir mais espaço para a base no profissional, e o garoto está nestes planos. Apesar da idade, ele começou 2019 no sub-20 e voltou ao sub-17 no segundo semestre, pensando no Mundial. O clube avalia se usará a joia na próxima Copinha ou se já irá promovê-lo.

Veja mais: Ex-viciado. Ex-traficante. Escapou da morte seis vezes. Michael

- Ainda não sei o que vai acontecer, vou trabalhar. Vou jogar a Supercopa pelo sub-17 e depois vamos ver o que Deus tem para mim - completou.

A Supercopa do Brasil acontecerá entre Palmeiras e Flamengo, campeões da Copa do Brasil e Brasileiro da categoria, respectivamente. Os jogos ocorrerão nos dias 28 de novembro e 3 de dezembro.

Caso seja de fato promovido no início de 2020, Veron pode inclusive bater o recorde de atleta mais jovem a marcar pelo Palmeiras. A marca é de Mazzola, que fez contra o Catanduva, em 29/1/1956, aos 17 anos, seis meses e cinco dias. O garoto terá esta idade em 8 de março.

Veja mais: Mano criou a crise que o Palmeiras queria. Para se livrar de Borja

- Já imaginei (fazendo gols como profissional), com a torcida maravilhosa, não terá sensação melhor do que ouvir a torcida gritando meu nome - completou Veron.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Geração que vale ouro! Conheça os destaques do Brasil tetra mundial