Mais um está fora! Rodrigo Santana é demitido do Atlético-MG

Treinador não suportou pressão da sequência de ter marcado apenas três pontos dos últimos 33 disputados no Campeonato Brasileiro

Rodrigo Santana, do Atlético-MG, não resistiu à derrota para o Grêmio por 4 a 1

Rodrigo Santana, do Atlético-MG, não resistiu à derrota para o Grêmio por 4 a 1

Lance

A goleada do Grêmio por 4 a 1 sobre o Atlético-MG, neste domingo (13), foi o ponto final da passagem de Rodrigo Santana pelo clube mineiro. O técnico foi demitido ainda no vestiário e não comanda mais o time alvinegro.

Santana sucumbiu à sequência de apenas duas vitória nas últimas 11 partidas(uma pela Sul-Americana e uma no Brasileiro). O treinador nem fez sua entrevista coletiva de deixou o Independência assim que a partida terminou.

O Grêmio, ao golear o Galo, mostrou a fragilidade do elenco, sendo dominado pelos gaúchos, culminando na saída do treinador.

Rodrigo Santana foi efetivado pelo Galo durante a parada da Copa América, mas estava como interino no cargo desde maio, quando assumiu no lugar de Levir Culpi, demitido em maio.

Rodrigo Santana não conseguiu levar o clube à final da Copa Sul-Americana, priorizada pelo Galo na temporada, além de ter uma sequência muito ruim no Brasileiro, perdendo nove dos últimos 10 jogos disputados na competição.

Rodrigo Santana comandou a equipe em 41 partidas, com 18 vitórias, 6 empates e 16 derrotas. O time anotou 50 gols e levou 49 gols, demonstrando o desequilíbrio defensivo do Galo.

Santana chegou ao Galo em 2018, como coordenador das categorias de base, virando em seguida treinador do sub-20 e, com a saída de Levir, foi alçado ao cargo de treinador principal.

O Galo inicia a busca por um novo técnico nesta semana, após o comunicado oficial do clube, feito pelo diretor de futebol, Rui Costa, que avisou da saída do técnico. O Galo volta a campo na próxima quarta-feira, 16 de outubro, contra o CSA, em Maceió, pela 26ª rodada do Brasileiro.

'Dança das cadeiras': Brasileirão já teve 18 quedas de técnico em 2019