Lance Kalil vai se reunir com clubes para avaliar torcida nos estádios de BH

Kalil vai se reunir com clubes para avaliar torcida nos estádios de BH

Prefeito sinalizou que arenas poderão receber 30% da capacidade; FMF divulgou protocolo para volta dos torcedores nesta quinta (22)

Lance
  • Lance | por Lance | do R7, com Lance

Mineirão recebe jogos do Atlético e do Cruzeiro

Mineirão recebe jogos do Atlético e do Cruzeiro

Lance

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), vai se reunir com representantes dos clubes de futebol da capital mineira na próxima terça-feira (27) para avaliar o retorno dos torcedores aos estádios.

A realização do encontro foi confirmada nesta quinta-feira (22), mesmo dia em que a FMF (Federação Mineira de Futebol) divulgou o protocolo para a volta do público aos estádios de Minas Gerais. Durante entrevista à Rádio Super, Kalil sinalizou que os espaços poderão receber até 30% da capacidade máxima.

— Temos que voltar aos poucos, com juízo. Afinal de conta, quando você fala com 10%, 20%, 30% de público, isso não altera financeiramente para um clube de futebol. Mas está na hora de voltar aos poucos, com juízo, faz falta para muita gente, é uma diversão. Tudo vai ter hora.

De acordo com o documento divulgado pela FMF, apenas pessoas totalmente imunizadas contra a covid-19 ou que já tiveram a doença poderão frequentar os jogos. A permissão para a volta da torcida vale apenas para as competições profissionais, excluindo torneios amadores, de base e também do futebol feminino.

O público ficará limitado a 600 pessoas em estádios localizados em cidades na onda amarela do plano Minas Consciente. Já na onda verde, não há limite de público, mas o distanciamento mínimo de 1,5 m precisa ser respeitado. Os espaços que não poderão ser ocupados devem estar demarcados.

Belo Horizonte está localizada na macrorregião Central do Estado, que está, atualmente, na onda amarela do plano Minas Consciente, o que permitiria a presença de até 600 torcedores. Caso a informação adiantada por Kalil seja confirmada no protocolo municipal, os dois estádios da capital mineira receberiam um público maior do que o permitido pelo plano estadual: 18,6 mil pessoas no caso do Mineirão e 6.900 na Arena Independência.

Últimas