Lance Juventus e Real Madrid reeditam final da última Liga dos Campeões

Juventus e Real Madrid reeditam final da última Liga dos Campeões

Um dos grandes líderes da Juve, Chiellini não enxerga partida como revanche da decisão de 2017; técnico do Real, Zidane elogia defesa adversária

juventus, real madrid, liga dos campeões, cristiano ronaldo,

Allegri e Zidane se reencontram nas quartas de final da Liga dos Campeões

Allegri e Zidane se reencontram nas quartas de final da Liga dos Campeões

Emilio Andreoli/Getty Images. Juan Manuel Serrano Arce/Getty Images

Na reedição da final da última temporada, Juventus e Real Madrid se enfrentam nesta terça-feira (3), em Turim, na primeira partida das quartas de final da Liga dos Campeões.

É a grande chance da Velha Senhora devolver na mesma moeda à decisão em Cardiff em 2016/17, quando os Merengues fizeram 4 a 1 e ficaram com o seu 12º título da competição.

O sentimento de vingança, contudo, deve ficar apenas na torcida da Juventus. Pelo menos foi o que garantiu o experiente zagueiro Giorgio Chiellini, em entrevista coletiva nesta segunda-feira, na véspera da partida.

"Eu não acho que essa partida seja uma vingança. Quando você vai longe nesta competição, mais cedo ou mais tarde você tem que enfrentar o Real Madrid ou o Barcelona, ​​que são os melhores times do mundo atualmente. Felizmente também temos boas lembranças contra eles", disse Chiellini.

A Juventus tem dois desfalques certos por suspensão. Bentancur e Marchisio brigam pela vaga de Pjanic. Na zaga, a dúvida fica por conta de Barzagli ou Rugani no lugar de Benatia. Além disso, Massimiliano Allegri não sabe se contará com Mandzukic e Alex Sandro, que são dúvidas. O treinador destacou ainda a boa fase de Dybala, que voltou a jogar bem após lesão.

"Estou convencido de que a Dybala fará uma ótima partida. Ele jogou alguns jogos recentemente depois de recuperar de lesão e ele está em ótima forma. Alex Sandro e Mandzukic estão bem, podem ser muito úteis até no banco. Veremos."

Allegri fez questão de elogiar o Real Madrid, algoz na última temporada e recordista de títulos da Liga dos Campeões.

"O Real Madrid ganhou 12 Ligas dos Campeões. É uma equipe extraordinária, mas acho que a Juventus estará no mesmo nível. Enfrentar o melhor é sempre ótimo para quem trabalha no futebol. É a recompensa por alcançar as quartas ou semifinais desta competição", garantiu o treinador.

A tendência é que a Juventus entre em campo com Buffon; De Sciglio, Barzagli (Rugani), Chiellini e Asamoah; Khedira, Bentancur (Marchisio) e Matuidi; Dybala, Douglas Costa e Douglas Costa.

Real Madrid chega completo

Após descansar alguns de seus principais jogadores contra o Las Palmas, no sábado, o Real Madrid chega completo para a encarar a Juventus. O único desfalque é o reserva Nacho, que vai ficar fora por um mês.

Com os titulares à disposição, fica uma dúvida na escalação. Zinedine Zidane não adiantou o time que vai a campo contra a Juventus. Quatro jogadores brigam por um lugar na equipe titular, mas Isco e Bale saem na frente na disputa.

Zidane falou, em entrevista coletiva, sobre a declaração de Isco, após amistoso contra a Argentina, quando fez três gols na goleada por 6 a 1. O meia espanhol afirmou que não tem continuidade como titular do Real Madrid.

"Espero que o jogador não pense assim, porque aqui não é assim. Para mim não há substitutos, tenho 25 jogadores muito bons e vou usar todos eles. Há momentos em que alguns jogam mais. Talvez com a seleção do Isco seja diferente, pois lá tem seis, sete... oito jogos e aqui 60, sendo que jogamos a cada três dias. É meu conceito de treinamento", disse o comandante do Real.

Na final de 2017, vitória do Real por 4 a 1 diante da Juve

Na final de 2017, vitória do Real por 4 a 1 diante da Juve

Laurence Griffiths/Getty Images - 03.06.2017

O comandante francês, mais uma vez, elogiou o sistema defensivo da Juventus, apesar da saída de Bonucci. Contudo, Zidane alertou o seus jogadores sobre o poderio ofensivo da Velha Senhora, com Dybala, Higuaín e Douglas Costa.

"A defesa da Juventus sempre foi muito forte e eles estão confirmando nesta temporada também. Eles são um time completo e nós teremos que ser muito cuidadosos com sua forte defesa, mas também com seus perigosos atacantes. Como eu disse, eles são fortes em todos os setores", afirmou o treinador.

"Estamos aqui para jogar um bom jogo, mas certamente a final em Cardiff não tem nada a ver com o jogo de amanhã (terça) e não vamos pensar nisso. É uma história completamente diferente", completou o francês.

O Real Madrid deve ir a campo com: Navas, Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro, Kroos e Modric; Isco (Bale), Benzema e Cristiano Ronaldo.

EsportesR7 no YouTube. Inscreva-se

Espanhóis dominam quartas de final da Champions pela 7ª vez seguida 

    Access log