Lance Jade Barbosa passará por cirurgia e fica ameaçada para Tóquio 2020

Jade Barbosa passará por cirurgia e fica ameaçada para Tóquio 2020

Principal ginasta brasileira sofreu ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho direito e deverá ficar, no mínimo, seis meses parada

Lesão Jade Barbosa

Jade Barbosa sofreu lesão no joelho direito durante Mundial em Stuttgart

Jade Barbosa sofreu lesão no joelho direito durante Mundial em Stuttgart

Lance

A brasileira Jade Barbosa terá de passar por cirurgia no joelho direito. Os exames realizados pela atleta após a lesão sofrida no Campeonato Mundial, em Stuttgart (ALE), no último sábado (5), apontaram ruptura do ligamento cruzado anterior. O tempo de recuperação previsto é de, no mínimo, seis meses.

“A atleta Jade Barbosa sofreu entorse do joelho direito na chegada do Salto durante o Campeonato Mundial em Stuttgart no sábado, 5 de outubro. Após a avaliação da equipe médica, a atleta realizou Ressonância Magnética que evidenciou ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho direito. Jade encontra-se em tratamento com a equipe multidisciplinar COB/CBG em Stuttgart e será submetida a tratamento cirúrgico no Rio de Janeiro, após a sua volta", informou o médico da CBG, Rodrigo Sasson.

A atleta, de 28 anos, se lesionou durante a apresentação no salto, o primeiro da disputa por equipes. Ela deixou a competição com muitas dores. Sua ausência foi sentida pela seleção, que encerrou a classificatória em 14º lugar e não conseguiu a classificação para os Jogos Olímpicos. Jade passou por uma cirurgia em 2014, só que no joelho esquerdo.

As lesões prejudicaram os planos da equipe verde e amarela. Considerada a ginasta mais completa do país na atualidade, Receba Andrade não disputa o Mundial, também por causa de uma ruptura de ligamento. Carolyne Pedro ficou fora por problemas físicos. E Lorrane Oliveira, outra a sofrer lesões este ano, competiu somente nas barras assimétricas.

Jade corre o risco de perder a Olimpíada de Tóquio, uma vez que terá pouco tempo de preparação para sua última chance de classificação olímpica, no Campeonato Pan-Americano da modalidade, em maio, nos Estados Unidos.

Jade Barbosa no Pan 2019: os altos e baixos da estrela da ginástica