Internacional quer escutar áudio do VAR do jogo contra Flamengo

Segundo vice-presidente Roberto Melo, clube deseja ir à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para analisar o que foi dito entre árbitros

Inter quer entender porque o arbitro não foi chamado em lance polêmico

Inter quer entender porque o arbitro não foi chamado em lance polêmico

Reprodução/Internacional

A rodada onde o Internacional perdeu por 3 a 1 frente ao Flamengo no Maracanã pelo Brasileirão já ficou pra trás pois, no último domingo (29), empatou com o Palmeiras em 1 a 1.

Veja mais: O futebol brasileiro está perdendo o jogo para si mesmo

Porém, o confronto segue dando assunto pelos lados da equipe gaúcha ao menos após a declaração dada pelo vice-presidente do Colorado, Roberto Melo.

Isso porque, incomodados com a falta de ação do árbitro de vídeo mediante a suposta penalidade ocorrida em Guerrero, o clube, representado por Rodrigo Caetano (diretor executivo) e Adauri Silveira (diretor de futebol), irão a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) solicitando escutar os áudios relacionados ao VAR no duelo em solo carioca.

- Vamos tentar ouvir os áudios dos lances com o Flamengo e tentar entender o porquê do VAR não ter chamado o árbitro (Luiz Flavio de Oliveira) no lance do pênalti no Guerrero. Normalmente, a gente leva os lances que poderiam ter sido interpretados de maneira diferente. Nós queremos entender o que aconteceu porque não adianta ficar passeando, fazendo videozinho e palestra e depois do VAR atuar de maneira diversa do que é apresentado.

Referente ao confronto diante do Palmeiras e a intervenção do VAR que anulou o tento paulista no empate em 1 a 1, Roberto entende que a atuação do recurso de vídeo foi acertada no procedimento:

- O VAR atuou como tem que atuar. Quando há um erro do árbitro, ele dá a oportunidade do juiz corrigir o erro que ele cometeu.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Jogadores x treinadores: relembre episódios como de Ganso e Oswaldo